Publicidade
Cotidiano
Notícias

Com foco na segurança no trânsito, Grupo Chibatão cria escola para motoristas

De acordo com o diretor-executivo do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis, o objetivo é reduzir o número de acidentes, conscientizar os motoristas e formar sua mão de obra 24/08/2015 às 18:54
Show 1
Do total de motoristas do grupo, 118 já participaram do projeto. A meta é que todos participem até o próximo ano
acritica.com Manaus (AM)

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta que mais de 90% dos acidentes de trânsito são causados por falha humana. Com a proposta de diminuir esse índice e contribuir com um tráfego de veículos mais seguro em Manaus, o Grupo Chibatão criou a “Escola de Formação Continuada para Motoristas”, para capacitar e qualificar seus motoristas.

De acordo com o diretor-executivo do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis, o objetivo é reduzir o número de acidentes, conscientizar os motoristas e formar sua mão de obra, além de melhorar a relação da empresa com os clientes.

“A meta é treinar, qualificar e formar a mão-de-obra com qualidade. O programa formará colaboradores de acordo com o perfil do Chibatão, capacitando-os para operar com segurança e eliminar os acidentes dentro e fora do Porto Chibatão” explicou Fidelis.

As turmas do curso, que tem duração de cinco meses e turmas de 15 alunos por vez, trabalham com módulos educacionais de saúde e segurança, técnicos e comportamentais.

 “Hoje, o Chibatão possui 343 motoristas contratados que circulam todos os dias pelas ruas de Manaus. Com todos eles devidamente capacitados e cientes de suas responsabilidades como motoristas de veículos de maior porte, o trânsito com certeza ganha em qualidade”, explicou o diretor-executivo.

Do total de motoristas do grupo, 118 já participaram do projeto. A meta é que todos participem até o próximo ano.

“Este projeto faz parte da Academia do Servir, um programa de capacitação e treinamento de pessoal voltado para servir o cliente, desenvolvido pelo nosso time de RH. Esta nova gestão tem conseguido desenvolver e implantar na empresa as melhores práticas de RH”, completou Fidelis. Ele disse ainda que com os primeiros participantes, ele já espera uma mudança significativa no comportamento e trabalho de seus motoristas.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade