Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Notícias

Com mais de 58% dos votos válidos, Omar Aziz é escolhido novo senador do Amazonas

Atrás dele ficaram Praciano (PT) e Marcelo Serafim (PSB), que não se elegeram. Apenas uma vaga para senador estava disponível para próximos oito anos



1.jpg Omar Aziz renunciou como Governador para concorrer ao Senado
05/10/2014 às 23:58

O mais novo senador a representar o Amazonas no Congresso Nacional, em Brasília (DF), pelos próximos oito anos é o ex-governador Omar Aziz (PSD), que venceu a disputa com 58,51% dos votos válidos de Manaus e do interior do Estado neste domingo (5) e ocupará a única vaga disponível neste pleito.

Omar, que renunciou do seu mandato de Governador em abril deste ano justamente para concorrer à vaga no Senado, teve um total de 933.836 votos. O número de abstenções alcançõu 19,48%, o que corresponde a 433.537 pessoas que deixaram de ir às urnas.

O resultado foi divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM). Atrás de Omar ficaram Praciano (PT), com 34,44%; Marcelo Serafim (PSB), com 5,73%; Professor Queiroz (Psol), que conseguiu 11.234 votos; Jonatas Almeida (PMN), que teve 6.830 votos; e Júlio Ferraz (PSTU), que alcançõu 3.029 votos. 

Histórico

Natural na cidade de Garça, no interior de São Paulo, Omar José Abdel Aziz nasceu em 1958 e é formado em engenharia civil, pela Universidade Federal do Amazonas.

Na década de 80 iniciou sua carreira política participando de movimento estudantil, chegando a ser membro do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da universidade. Ele iniciou a vida pública como vereador de Manaus, em 1988, sendo reeleito em 1992.

Dois anos depois foi eleito o deputado estadual e, em 2002, vice-Governador na chapa de Eduardo Braga, sendo reeleito quatro anos depois. Em 2010, Omar foi eleito o governador com 63,9% do total de votos.

*Com informações da Agência Brasil

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.