Publicidade
Cotidiano
Notícias

Com mensagens de paz, estudantes da rede estadual organizam caminhada no conjunto Viver Melhor

No conjunto Viver Melhor, a caminhada mobilizou mais de 400 alunos do ensino fundamental, que foram às ruas para divulgar mensagens buscando sensibilizar os moradores para uma vivência mais pacífica 28/10/2014 às 16:56
Show 1
A caminhada pela paz faz parte das programações da campanha estadual “Violência nem Brincando”
ACRITICA.COM ---

Buscando sensibilizar a população para a promoção da paz no âmbito das famílias e sociedade, os estudantes da escola estadual Eliana Pacheco promoveram no início desta semana uma caminhada temática pelas ruas do conjunto Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina.

A caminhada pela paz faz parte das programações da campanha estadual “Violência nem Brincando” lançada no último dia 9 de outubro pelo Governo do Estado e promovida em regime de parceria pelas Secretarias de Estado de Educação (Seduc), de Assistência Social e Cidadania (Seas) e de Segurança Pública (SSP).   

No conjunto Viver Melhor, a caminhada mobilizou mais de 400 alunos do ensino fundamental, que foram às ruas para divulgar mensagens buscando sensibilizar os moradores para uma vivência mais pacífica. Na ocasião, também foram recolhidos brinquedos com temáticas que incitam a violência.

Equipes de teatro e fanfarra, respectivamente da escola estadual Milburges Bezerra de Araújo e Ceti Áurea Braga fizeram parte da programação, concluída nas dependências da escola estadual Eliana Pacheco.  

Conforme a gestora da escola, Tatiane Cordeiro Lima, além da caminhada, uma equipe de psicólogos estão acompanhando, semanalmente, desde o mês de julho, alunos e pais para orientá-los sobre os objetivos da campanha e alertá-los sobre os riscos, por exemplo, da aquisição de brinquedos nocivos. “É importante ressaltar sobre os problemas trazidos para a família como a compra de jogos e brinquedos que incentivam a violência”, relatou a gestora.

De acordo com a coordenadora em exercício do Centro de Atendimento ao Escolar (Caes/Seduc), Maria Simone Souza, é imprescindível a integração das famílias para que os objetivos da campanha pela paz sejam de fato alcançados. “A participação das famílias é fundamental para fortalecer os ideais propagados pelas escolas”, apontou.

 Arrecadação

Como ato concreto, no ano de 2013, a campanha “Violência Nem Brincando” recolheu, em Manaus, mais de 1,5 mil brinquedos com mensagens ou propostas de propagação da violência. A ação foi realizada nas escolas públicas estaduais, que trocaram tais brinquedos por itens educativos.

*com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade