Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
000_1CK529_5BFCC892-C9DA-4073-B1C7-DC722792EBA9.jpg
publicidade
publicidade

'CARAJO'

Com palavrões, Nicolás Maduro rompe relações diplomáticas com os EUA

Presidente venezuelano, que é alvo de diversos protestos no país, deu 72 horas para delegação diplomática dos EUA deixar a Venezuela


AFP
23/01/2019 às 16:47

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira (23) o rompimento de relações com os Estados Unidos, depois que o governo de Donald Trump reconheceu o líder legislativo, Juan Guaidó, como presidente interino do país caribenho.

"Decidi romper relações diplomáticas e políticas com o governo imperialista dos Estados Unidos. Fora! Vão embora da Venezuela, aqui há dignidade, caralho!", disse Maduro, que deu 72 horas para a delegação diplomática deixar o país.

Além dos Estados Unidos, outros países como Brasil, Colômbia, Peru e Argentina já reconheceram o presidente do Parlamento como o novo presidente. O ministério das Relações Exteriores do Brasil prometeu, ainda, apoio político e econômico no processo de transição da Venezuela. 

publicidade
publicidade
Fechamento da fronteira com a Venezuela completa dois meses neste domingo
Guaidó pressiona Maduro nas ruas com manifestações contra apagões
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.