Publicidade
Cotidiano
ENSINO SUPERIOR

Com três chapas na disputa, eleição para reitoria da UEA acontece no próximo dia 11

Normas para a eleição estabelecidas em edital foram ratificadas pelo Conselho Universitário da UEA nesta segunda-feira (2). Eleição chegou a ter sido suspensa pela Justiça 02/04/2018 às 20:18
Show uea
Reunião do Conselho Universitário da UEA nesta segunda (2). Foto: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

A eleição para escolha de reitor e vice-reitor na Universidade do Estado do Amazonas (UEA) será realizada no próximo dia 11 de abril. A votação poderá ser feita em uma das unidades da universidade, na capital e no interior do Estado, no período de 9 às 20h.

Nesta eleição, três chapas participam da disputa: Cleinaldo Costa e Cleto Leal (Chapa 14); Ricardo Serudo e Carlossandro Albuquerque (Chapa 17); e Lúcia Puga e Raimundo Barradas (Chapa 23).

A eleição havia sido suspensa, por decisão tomada na 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual e de Crimes contra a Ordem Tributária, mas uma decisão do desembargador Flávio Pascarelli, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam), suspendeu a liminar que impedia a realização do processo eleitoral.

Poderão votar professores dos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade, técnicos administrativos efetivos, temporários, comissionados e procuradores jurídicos, além de acadêmicos de graduação e de pós-graduação, regularmente matriculados neste semestre.

Nesta segunda-feira (2), as normas estabelecidas no edital 01/2018, que foi divulgado no dia 28 de fevereiro deste ano, tornando público o processo que vai determinar os gestores da universidade para o período de 2018-2022, foram ratificadas pelo Conselho Universitário da UEA, durante reunião extraordinária.

As normas do edital estão em consonância com o Decreto Estadual n. 34.433/2014, que regulamenta as normas deste processo e, também, com o Decreto Estadual de n. 38.704/2018, concernente à fórmula que apura o resultado da eleição para Reitor e Vice-reitor.

Os dois decretos estão à luz do artigo 58, da Lei Estadual n. 3.656, 1º de setembro de 2011. O edital prevê o voto secreto, sempre que possível, em urnas eletrônicas, de acordo com as regras estabelecidas.

Publicidade
Publicidade