Publicidade
Cotidiano
Notícias

Começa mais uma edição do 'Bazar das Bordadeiras de Maria'

Há quase 20 anos, as ‘Bordadeiras de Maria’ se dedicam à tradição do bordado como forma de ajudar quem mais precisa 04/11/2015 às 20:45
Show 1
As ‘bordadeiras’ dedicam boa parte do tempo à confecção de todo tipo de artesanato, das bonecas às guirlandas
Silane Souza Manaus (AM)

Acontece nesta quinta-feira (5), das 9h às 20h, no Morada Buffet, localizado na rua EG, nº 8, conjunto Morada do Sol, na Zona Centro-Sul, a 20ª edição do “Bazar das Bordadeiras de Maria”, uma organização católica beneficente sem fins lucrativos. Na ocasião, mais de duas mil peças de cama, mesa e banho, todas bordadas em ponto cruz, estarão disponíveis a  preços variados e a renda obtida com as vendas será revertida em prol do “banco de enxovais”, que já beneficiou mais de 7 mil mamães carentes de Manaus nos últimos 19 anos.

A presidente do grupo “Bordadeiras de Maria”, Ana Inhamuns, explica que, para participar do evento, é preciso adquirir o convite, no valor de R$ 30, que dá direito a um buffet durante todo o período do bazar. Ela destacou que, para quem ainda não comprou o convite, será possível comprá-lo na hora. “Nosso objetivo é bordar, rezar e vender todas as peças doadas”, declarou.

Conforme Ana, todas as peças foram feitas com material de doação de cada uma das 22 sócias bordadeiras e produzidas ao longo de todo o ano. Com o dinheiro arrecadado no bazar 2015, ela relata que as Bordadeiras de Maria adquiriram fraldas, lençóis e roupinhas de bebês para compor enxovais, que serão doados a mães carentes da cidade.

“Temos um cronograma de tarefas mensais. Nosso forte é Ponto Cruz, mas cada uma desenvolve seus dons de bordar, costurar, decorar e fazer artesanato. E cada uma que completar seu trabalho recebe os enxovais para distribuir como desejar”, enfatizou Ana Inhamuns.

No ano passado, elas distribuíram em torno de 500 enxovais para bebês carentes de Manaus. Ao longo de quase 20 anos de existência da organização, foram beneficiadas 7.235 mães solteiras ou carentes da cidade, com enxovais para os recém nascidos e também para a própria parturiente. O trabalho feito pelas Bordadeiras de Maria se transformou referência na capital amazonense.

Novidades

A integrante do “Bordadeiras de Maria” Vitória Mêne relatou que entre as peças bordadas estão jogos de cama, de banho, toalhas de lavabo, guirlandas de Natal, quadros com imagem de Nossa Senhora, entre outros acessórios. Conforme ela, o grupo sempre procura trazer novidades. “Eu, quando viajo, procuro algo interessante já pensando nas peças que temos que fazer”, revelou.

Vitória contou ainda que o grupo, formado por devotas de Nossa Senhora, segue há 19 anos o mesmo ritual: reúne-se toda semana para produzir as peças. “Nos reunimos todas as quartas-feiras para bordar. Depois do bazar vem o período de férias, mas em fevereiro começamos a nos encontrar novamente para traçar as novas metas do ano”, comentou.

Publicidade
Publicidade