Publicidade
Cotidiano
Notícias

Comissão de Educação deverá debater má qualidade da internet nas cidades do interior

A solicitação é do senador Donizete Nogueita (PT-TO) que propõe que o colegiado discuta a má qualidade dos serviços de internet em cidades do interior 01/06/2015 às 18:05
Show 1
O presidente da Comissão de Educação, Romário (PSB-RJ) e a vice-presidente, Fátima Bezerra (PT-RN) na reunião do colegiado na última quarta-feira (27)
Agência Senado ---

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) reúne-se nesta terça-feira (2) para análise de uma pauta com oito itens. Entre eles, está a solicitação do senador Donizete Nogueira (PT-TO) para que o colegiado discuta a má qualidade dos serviços de internet em muitas cidades do interior e na área rural do país.

— Meninos e meninas que moram no campo ou em cidades do interior encontram extremas dificuldades no acesso à internet e consequentemente ao SISU [Sistema de Seleção Unificada] e às universidades públicas.

O SISU é o sistema por meio do qual o Ministério da Educação gerencia a oferta de vagas em Universidades Públicas para candidatos participantes do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Para a audiência, o senador solicita a presença de representantes dos Ministérios da Educação, da Ciência e Tecnologia, das Comunicações e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Futebol

Também consta da pauta o pedido do presidente da comissão, senador Romário (PSB-RJ), para que o colegiado discuta renúncias fiscais e isenções tributárias com as quais a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) possa ter sido beneficiada.

— É importante que o cidadão tenha uma clara noção de que a CBF pode beneficiar-se no que diz respeito a isenções tributárias ou renúncias fiscais, assim como se a entidade usufruiu ou não destes benefícios nos últimos anos.

Para esta audiência, o senador requer a presença do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, e do presidente da Junta Comercial do Rio de janeiro, Carlos de la Rocque, entre outros convidados.

Outro item que poderá ser votado na reunião de terça-feira é o relatório do senador Alvaro Dias (PSDB-PR) que aprova a criação do Fundo Nacional de Legado Olímpico e Paralímpico.

A proposta, de autoria de Romário, determina que os recursos deverão ser destinados a projetos nas áreas de educação e de alto rendimento olímpicas e paralímpicas, visando à manutenção da a infraestrutura criada no Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016.


Publicidade
Publicidade