Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Notícias

Comissão especial do Plano Diretor é definida na CMM

Tarefa dos vereadores, membros da comissão, é garantir a plena tramitação do plano diretor da cidade de Manaus



1.jpg Pedestres vivem em uma cidade onde o espaço de circulação se mantém muito restrito e andar exige malabarismos
03/08/2013 às 11:47

O prefeito Artur Neto (PSDB) não quer enfrentar os mesmos problemas que o ex-prefeito Amazonino Mendes (PDT) teve na tramitação do plano diretor na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Por isso, colocou aliados de primeira linha na presidência da comissão especial do Plano Diretor. A CRÍTICA apurou que o vice-presidente da Câmara, Sildomar Abtibol (PRP), e o vice-líder do prefeito, Ednaílson Rozenha (PSDB), assumirão o comando dessa comissão.


Com a tramitação suspensa desde maio por decisão da Justiça, até sexta-feira (2) o anteprojeto do plano diretor não havia sido enviado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) ao presidente da Câmara, Bosco Saraiva (PSDB), que foi titular do Implurb em 2009 no primeiro ano da gestão de Amazonino. A CRÍTICA tentou ouvir o vereador Bosco Saraiva, mas as chamadas feitas para o número 8171-XX05 não foram atendidas. A assessoria de comunicação da CMM também foi contatada, mas até às 19h30, não houve retorno.


O vereador Sildomar Abtibol falou sobre a indicação do prefeito e minimizou o peso político da escolha. “É uma coisa (escolha do presidente e relator) que também é consenso entre os membros da comissão e com o presidente da Casa e já ficou acertada essa composição”, disse.
No ano passado, a briga entre o então presidente da Câmara, vereador Isaac Tayah (PSD) e o ex-prefeito Amazonino foi usada para atrasar a tramitação do Plano Diretor. Tayah acusou Amazonino “de segurar” o envio do anteprojeto para “prejudicar” a tramitação na Câmara.


O vereador Tayah está fora da composição da comissão especial pelo presidente Bosco. Além de Abtibol e Rozinha, integram a comissão os vereadores: Felipe Souza (PTN0, Glória Carrate (PSD), Luiz Alberto Carijó (PDT), Socorro Sampaio (PP), Dr. Alonso Oliveira (PTC), Waldemir José (PT), Elias Emanuel (PSB), Amaury Colares (PSC), Everaldo Farias (PV), Marcelo Serafim (PSB) e Marcel Alexandre (PMDB).
“O prefeito não quer problemas com o plano diretor por isso a tendência é a relatoria ficar com eles”, disse Marcel.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.