Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Notícias

Conferência Metropolitana debate direitos do público LGBT

Realizado hoje e amanhã, evento reunirá 28 municípios para discutir e apresentar propostas de políticas públicas de combate a violência e discriminação para serem encaminhadas à Brasília



1.jpg Em Manaus a Conferência Metropolitana acontecerá no auditório da Assembleia Legislativa, no interior serão realizadas em 28 municípios do Amazonas
16/12/2015 às 13:11

A 1ª Conferência Regional Metropolitana de Políticas Públicas, de Direitos Humanos e Promoção da Cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), realizada hoje e amanhã, em Manaus, reunirá 28 municípios que discutirão e apresentarão propostas de políticas públicas de combate a violência e discriminação para serem encaminhadas à Brasília.

Nesta etapa, todos os municípios do Estado estão realizando suas conferências e apresentando propostas para serem votadas na conferência estadual, nos dias 21 e 22 de janeiro. Após a etapa estadual, as propostas votadas serem apresentadas em relatório no evento nacional em abril, promovido pelo Conselho Nacional de Combate à Discriminação de LGBT (CNCD). No Amazonas, Parintins e Eirunepé já realizaram as conferências.



O tema deste ano é “Por um Amazonas Livre de Discriminação: Promovendo a Cidadania de LGBT”. O objetivo principal das conferências, que estão sendo realizadas em todo o país, é fomentar e acompanhar as políticas públicas, além da sensibilizar os órgãos de Estado nas ações de defesa e garantia dos direitos da população LGBT.

De acordo com a gerente de diversidade e gênero da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Sebastiana Silva , quatro eixos irão nortear as discussões. “As questões legais, como os marcos jurídicos, que é um dos eixos, tem sido discutido amplamente. Se hoje existe tanta violência e violação do direito LGBT é porque não temos leis que punam. É um eixo que fala em leis, que vai mexer com o legislativo, municipal e federal”, explica.

Outro eixo principal é a educação e questão de gêneros e sexualidade. “Este é um assunto que tem destaque em todo o Brasil. Já tivemos muitas polêmicas, inclusive no Estado, sobre os planos municipais e estaduais de educação que tiraram a questão de gênero e sexualidade do currículo. Ainda existe uma grande resistência e sabemos que a educação tem um papel fundamental na discussão do tema, pois são nas instituições educacionais que a transformação pode acontecer”.

Vão participar das discussões sociedade civil e poder público. “ Nesse encontro, além de discutir propostas para serem levadas à conferência estadual também serão eleitos os delegados para representar o município e concorrer a vaga de delegado para a fase nacional em Brasília no ano que vem”, explicou a titular da Sejusc, Graça Prola.

Local

As conferências acontecem hoje e amanhã, no auditório Senador João Bosco da Assembleia Legislativa do Amazonas, na avenida Mário Ypiranga, Parque Dez, Zona Centro-Sul. Participação representantes de Manaus, Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Manaquiri, Careiro-castanho, Autazes, Itapiranga e Silves.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.