Segunda-feira, 20 de Maio de 2019
NOMES DIVULGADOS

Confira lista de pessoas que estavam a bordo de avião que caiu em Tabatinga

Piloto e copiloto da Parintins Táxi Aéreo e dois funcionários da empresa de transporte de valores Prossegur estavam na aeronave. Três pessoas morreram e o sobrevivente foi levado ao hospital do município. Corpos só serão retirados do local do acidente na manhã de sábado (24)



avi_o_000.JPG
O avião caiu a 13,5 quilômetros de distância da pista do aeródromo do município de Tabatinga. Foto: Reprodução/Internet
23/12/2016 às 20:13

Na aeronave modelo BE-58, prefixo PT-ICU, que partiu de Tefé e caiu nesta sexta-feira (23) a 13,5 quilômetros de distância da pista do aeródromo do Município de Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), estavam quatro pessoas, identificadas pela empresa Parintins Táxi Aéreo como o piloto Atilon Bezerra Alencar, o copiloto Wellington Mendes Faustino, e os passageiros Roberval Moraes Jardim e Luiz Jorge Souza de Oliveira, ambos funcionários da empresa de transporte de valores Prossegur.

Segundo a Parintins Táxi Aéreo, três pessoas foram a óbito e o único sobrevivente é Roberval Moraes Jardim. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele foi levado por índios de rabeta até a estrada do Urumutum e, em seguida, pegou um mototáxi e chegou ao Aeroporto Internacional de Tabatinga, pois era o único ponto de referência que conhecia. De lá, o sobrevivente foi levado por uma guarnição do Exército ao hospital do município. Seu estado de saúde é estável.


Aeronave modelo BE-58, prefixo PT-ICU. Foto: Reprodução/Internet

Ainda de acordo com a corporação, os corpos permaneceram no local do acidente e somente na manhã deste sábado (24) seriam retirados, com auxílio de outra equipe de Tabatinga. O Corpo de Bombeiros disse que a aeronave fazia o transporte de valores vindo de Manaus, com parada em Tefé e em Tabatinga.

Pessoas próximas aos proprietários da Parintins Táxi Aéreo contaram à reportagem que hoje seria a festa de confraternização dos funcionários, mas que todos foram surpreendidos com o acidente.

Investigação

A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou uma equipe de investigadores do Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), sediado em Manaus, para o local do acidente para iniciar os trabalhos de investigação.

O avião desapareceu dos radares no final da manhã de sexta-feira (23), pouco antes das 11h30. O avião decolou do Município de Tefé às 10h32 e deveria chegar às 11h30 a Tabatinga, mas não pousou no aeroporto local. De acordo com a FAB, o piloto fez o último contato com o controle de tráfego aéreo pouco antes do horário previsto para pouso, que era 11h30 local.

No site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é possível ver que o avião estava com a documentação toda regular, com Certificado de Aeronavegabilidade válido até 10 de janeiro de 2019. A inspeção anual de manutenção (IAM) também estava em dia, válida até o dia 29 de janeiro do ano que vem. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.