Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
OPORTUNIDADES

Confira quais ramos da área jurídica um profissional do direito pode atuar

Na acadêmica, ele pode atuar em instituições públicas ou privadas, como professor universitário ou como tutor de alunos da graduação, em universidades e faculdades



direito.JPG São muitos os ramos em que o graduado na área jurídica pode atuar. (Foto: Reprodução Internet)
28/05/2017 às 13:00

Ao contrário do que muitos podem pensar, a formação em direito não se limita à atuação nos tribunais e a concursos públicos. Na verdade, são muitos os ramos em que o graduado na área jurídica pode atuar.

Na acadêmica, ele pode atuar em instituições públicas ou privadas, como professor universitário ou como tutor de alunos da graduação, em universidades e faculdades. Pode também se qualificar como professor em cursos preparatórios para concursos públicos ou para o exame da Ordem.

A atuação do procurador se dá por meio da condução de inquéritos para investigação de suspeitas de crimes ou no papel de fiscal em ações ajuizadas por terceiros. Ocupa o cargo hierarquicamente superior ao do promotor de justiça e trabalha dentro de um órgão superior dentro do próprio Ministério Público Estadual. Ele pode ser procurador municipal, estadual ou federal tudo no âmbito do Ministério Público.

O profissional pode atuar na diretoria jurídica de instituições privadas ou como analista jurídico, responsável pelo área administrativa e jurídica.

A diplomacia é uma opção interessante para os  bacharéis e não envolve a atuação como advogado. Os diplomatas são os representantes do país em assuntos de interesse das relações exteriores, por meio do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Tem como atribuições informar, negociar e representar os interesses brasileiros diante das outras nações.

Manter-se informado

O Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB/AM) realizará nos dias 30 e 31 de maio, das 14h às 21h, o seminário “Diálogos do Novo Código de Ética”. O evento que acontece no auditório da OAB/AM é destinado a advogados, acadêmicos do curso de direito e operadores do direito.

“O objetivo do evento é discutir o novo código de ética, trazer temas controversos para dentro de uma dinâmica de seccionais, de advogados, professores, alunos, e falar sobre as diferentes visões”, diz o presidente do TED, Luis Pestana.

Na ocasião estarão presentes o Corregedor Geral da OAB, Ibaneis Rocha, e o Conselheiro Federal da OAB e representante da OAB no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Dr. Valdetário Andrade Monteiro, além de outros membros da entidade de estados brasileiros como Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Piauí, Roraima, Rondônia e São Paulo.

“Vamos falar também sobre as alterações, como a que diz respeito à publicidade e propaganda, que apesar de ampliar a possibilidade do advogado de divulgar o trabalho na Internet, está mais conversadora, além de outras questões”, completa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.