Sábado, 14 de Dezembro de 2019
INTERNACIONAL

Conflito entre traficantes e PMs no Crespo é destaque de jornais da Europa

O 'Le Figaro' abordou ação policial que resultou na morte de 17 pessoas como um 'retrato da guerra ao narcotráfico no norte do Brasil'. Já o 'Zeit Online' relembrou o massacre do Compaj, ocorrido em 2017



Untitled__19__4DA41A25-4906-42AC-A48F-FF060422A60A.jpg Foto: Reprodução
30/10/2019 às 12:50

O conflito entre traficantes e policiais militares em Manaus nesta quarta-feira (30) foi destaque em veículos de imprensa da Europa. O Le Figaro, da França e o Zeit Online da Alemanha, estamparam na capa de suas páginas na internet o resultado do confronto que vitimou 17 pessoas no bairro Crespo, Zona Sul de Manaus.

Com a manchete ‘17 mortos em operação policial em Manaus’, o jornal francês Le Figaro enfatiza em sua abordagem que a polícia militar do Amazonas tentou impedir uma emboscada de membros de uma facção contra outra. O Comando Vermelho (CV) e a Famía do Norte (FDN) controlam o tráfico de drogas em vários pontos de venda na capital do AM. Sem citar o nome das facções envolvidas, o Le Figaro aborda o histórico de confrontos violentos por conta do narcotráfico na capital do AM.

Já o alemão Zeit Online estampou a manchete ‘17 mortos em ação policial contra gangues rivais no Brasil’. O jornal diário da Alemanha classificou o conflito como ‘guerra entre narcotraficantes’. “Essa guerra de gangues provocou vários massacres nas prisões nos últimos anos, principalmente em janeiro de 2017, quando mais de 100 detentos foram selvagemente assassinados durante vários motins, os mais sangrentos deles em Manaus. No final de julho, 57 prisioneiros foram mortos em Altamira, no estado vizinho do Pará”, conclui.

O jornal alemão se refere ao massacre que ocorreu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em dezembro de 2017.

Entenda o caso

O confronto entre policiais militares e integrantes de uma facção criminosa na madrugada de hoje (30)  resultou na morte de 17 suspeito de tráfico de drogas  que se preparavam para enfrentar um grupo rival, de acordo com a polícia. Um dos mortos é um adolescente de 16 anos. Na ação, nenhum policial ficou ferido.



Segundo o comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Ayrton Norte, a operação foi bem-sucedida. “Até o momento, a informação que temos é de que eles [traficantes] tentavam entrar na área com um caminhão-baú com aproximadamente 50 homens. A Rocam [Rondas Ostensivas Cândido Mariano] recebeu telefonema e mensagens anônimas [informando sobre a movimentação dos criminosos] e, com o subsídio de informações obtidas com populares das adjacências,  surpreendemos os bandidos na área, onde já tínhamos um trabalho de inteligência sendo feito”, disse o comandante-geral.

Segundo ele, uma primeira troca de tiros foi feita na chegada da Força Tática ao local. Pouco depois, viaturas da Rocam chegaram para dar apoio especializado. O confronto terminou pouco antes das 3h da madrugada.

“Recebemos as informações por meio do disque-denúncia da Rocam. Isso nos ajudou muito. As denúncias foram muito importantes para chegarmos nos meliantes que estavam ali. Apreendemos 17 armas e uma grande quantidade de munição. Eles estavam preparados para um enfrentamento. Eles quiseram entrar no confronto, mas nós saímos vitoriosos”, disse o coronel.

Segundo ele, o local é um beco onde tem ocorrido enfrentamentos. “Eles estavam em uma posição mais vantajosa e abrigados, mas com nosso tirocínio, técnica e preparo profissional, nossos policiais chegaram de maneira precisa e, durante os três confrontos, saímos vitoriosos, sem nenhum policial ferido”, finalizou.

*Colaboraram Rafael Seixas e Robson Adriano

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.