Sábado, 20 de Julho de 2019
DICAS

Conheça opções de cupons para fazer boas compras com desconto em Manaus

Prática consolidada nos Estados Unidos, os cupons de desconto viraram boa alternativa nos tempos de crise no Brasil



ACPREMIUM.JPG A Crítica tem seu clube de vantagens para assinantes
24/09/2017 às 06:00

Sucesso nos Estados Unidos, os cupons de desconto estão se tornando os queridinhos também dos brasileiros. O mercado de cupons de desconto emerge nos tempos de crise e oferece oportunidades tanto aos usuários quanto às empresas. Para os empresários, as vendas tendem a aumentar e para o consumidor, é possível comparar os preços e escolher a melhor oferta que cabe no bolso.

Hoje, é comum usar cupons ou códigos para obter descontos nos mais variados tipos de negócio: até redes famosas de fast-food aderiram, como Mc Donald’s, Burguer King, Bob’s, Giraffas e Pizza Hut, através de aplicativos para smartphones e os tradicionais cupons impressos destacáveis.

O aumento na quantidade de clientes, a praticidade e o baixo investimento são um dos benefícios para as empresas. O mercado de cupons de desconto se desenvolve na web. É na internet que a maioria dos usuários em busca de melhores preços encontram opções para obter vantagens e promoções. Esse mercado cresce pelo potencial de compra visto que descontos atrativos fazem com que o empresário não deixe de vender o produto ou serviço e o cliente fique satisfeito e, dependendo da situação, pode até fidelizar o cliente.

A CRÍTICA tem seu clube de vantagens

Assinantes do jornal A CRÍTICA, impresso e/ ou digital, possuem o cartão de vantagens A Crítica Premium. Com ele, o consumidor têm acesso a descontos em mais de 100 estabelecimentos comerciais da cidade, além de benefícios em eventos culturais e shows. Os estabelecimentos credenciados vão do setor de alimentação, educação, entretenimento, fitness, moda & beleza, saúde, casa & decoração, serviços e até veículos.

Nessa modalidade, o consumidor não precisa apresentar cupons de desconto, impressos ou códigos, nos estabelecimentos, apenas apresentar na hora do pagamento o cartão premium.

Outra vantagem é que os assinantes digitais do jornal A CRÍTICA ganham direito A Crítica Premium. E que pagando R$ 19,90 por mês (valor da assinatura digital), o leitor pode acessar a versão digital do jornal em computador, celular ou tablet e ganha o benefício dos descontos na rede de estabelecimentos parceiros. Clique aqui e saiba como assinar.

Compras coletivas também são opção

Há empreendedores que têm apostado na criação de sites e/ou aplicativos especializados na divulgação de cupons de desconto com ofertas em diferentes segmentos. É o caso do Meu Tambaqui, site de compras coletivas voltado para os manauaras. O site oferece descontos exclusivos nos principais estabelecimentos a lista vai de restaurantes conceituados a hotéis, passando por agências de viagem, spas, pet shops, casas noturnas, teatros e academias.

De acordo com o diretor operacional do site, Leonardo Mêne, o Tambaqui Urbano oferece em média 200 ofertas mensais, que expiram entre 20 e 30 dias e geralmente proporcionam até 70% de economia.

Descontos em restaurantes? Também tem!

Atuando em sete cidades de diferentes estados brasileiros, o Best Gourmet Club Manaus é um passaporte de vantagens que oferece descontos exclusivos em diferentes restaurantes locais. A adesão ocorre por meio da compra do passaporte no site (mao.bestgourmetclub.com.br) ou nos pontos de vendas no valor de R$ 100,00. Cada bloco contém 78 vouchers, sendo 69 de restaurantes e mais nove de produtos ou serviços, que dão descontos em 76 estabelecimentos.

Segundo o proprietário da franquia de Manaus, Pedro Henrique do Erre, os descontos em restaurantes são sempre de 100% no segundo prato. A iniciativa também é um convite ao turismo gastronômico guiado por restaurantes com sabores da região.

 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.