Publicidade
Cotidiano
Notícias

Conheça os segredos de grandes empresas para manter seus profissionais engajados

Empresas de referência no mercado dão a ‘receita’ para se reter talentos e multiplicar lucros com boas práticas. Elas investem em ambientes descontraídos, flexibilidade de horários e estratégia de comunicação com os colaboradores   19/02/2016 às 16:39
Show 1
Empresas como a FPF Tech apostam em ambientes de trabalho mais lúdico para agradar colaboradores e estimular a capacidade criativa
Juliana Geraldo Manaus (AM)

O que faz uma empresa ser boa para trabalhar? O que deixa funcionários mais satisfeitos? Será que colaboradores que se consideram mais felizes produzem mais? Diversas empresas estão na busca de responder essas e outras perguntas, e resolver a equação entre o crescimento do negócio e o desenvolvimento de seus colaboradores.
 
Em Manaus, alguns exemplos ilustram essa nova forma de gerir negócios que traz aos colaboradores flexibilidade - nos horários e vestimentas -, mais liberdade de diálogo e co-produção, entretenimento e ambientes que possibilitam melhor resultado final. Mudanças como essas, já renderam, inclusive,   a essas empresas, prêmios diversos como o renomado ‘Great Place to Work’ (GPTW), que nomeia as melhores empresas para se trabalhar no País.
 
Flexibilidade
 Um deles  é o Instituto de Desenvolvimento  Tecnológico (INDT) que, em 2015, ocupou a 49 colocação entre as 100 melhores empresas do Brasil para se trabalhar, na categoria de Tecnologia e Informação (TI) no GPTW. No mesmo ano conquistou o Prêmio Qualidade Amazonas (PQA), concedido para as melhores organizações em gestão e processos produtivos.

“São os próprios funcionários que apontam as razões pelas quais gostam de trabalhar conosco, entre elas, o bom ambiente de trabalho,  com estímulo à criatividade e à relação interpessoal”, conta a Gerente de Recursos Humanos do instituto, Vanessa Milon.
 

Segundo ela, em Manaus, a sede aplica práticas internas diferenciadas desde o momento da recepção do novo colaborador, como a criação de um tutor para acompanhar os recém contratados, o envio de kit de boas-vindas e o programa de adaptação à cidade em caso de funcionários vindos de outros Estados.

O instituto também aposta em medidas ainda pouco convencionais, como a liberação da vestimenta (é possível trabalhar de bermuda, por exemplo) e do horário flexível. “O colaborador só tem o dever de cumprir a jornada, mas decide o seu horário de entrada e saída. E também não há ponto eletrônico. Tudo é registrado manualmente. É uma forma de estreitar as relações e permitir que haja produção efetiva no momento em que ele estiver ali”, explica Vanessa.
 
Valorização
Para a gerente de pessoas da rede de laboratórios Sabin, Mariana Bittar, a valorização dos colaboradores é a chave  de uma relação mais integrativa. “Acreditamos que para o cliente final se sentir valorizado, precisamos dar o exemplo de casa. O colaborador precisa ser suficientemente motivado, para quando for realizar um atendimento, ter condições de dar um sorriso sincero a quem procura nossos serviços. É um efeito em cascata”, resume.

Uma das ações mais antigas da empresa, nesse sentido, é o plano de carreira. Todas as vagas para cargos mais altos são primeiramente disponibilizadas para o público interno. “Só se não houver ninguém dentro da empresa com o perfil é que vamos procurar fora, mas em 98% dos casos não é necessário”, garante Mariana.

No campo do aperfeiçoamento profissional, os colaboradores contam com a plataforma virtual, com mais de 40 cursos em várias áreas e universidade corporativa que oferece cursos de MBA subsidiados e ‘cursos trilhas’, para o funcionário adquirir as habilidades necessárias para alcançar determinado cargo dentro da empresa.

Irreverência
Assim como o Sabin, que somou 28 prêmios só em 2015, por práticas de gestão em sua categoria, a Fundação Paulo Feitosa (FPF) Tech, também coleciona bons resultados no GTPW pelo quinto ano consecutivo.  Para a superintendente  da fundação, Rosanila Feitoza, este resultado é fruto da compreensão empresarial sobre a valorização dos perfis individuais.

“A maior parte de nossos colaboradores está na faixa entre 24 e 35 anos, uma geração que já nasceu conectada com a velocidade da era da informação. Para manter nossa equipe motivada, adotamos práticas de gestão alinhadas aos seus propósitos profissionais e seus estilos de vida”, destaca.

Um dos recursos utilizados na empresa é ambientação lúdica, um ambiente organizacional que é literalmente a ‘cara’ dos colaboradores. Os corredores são adesivados com imagens de filmes como Star Wars, Alien, ET, Superman. As janelas dos laboratórios são estilizadas como naves interestelares e as portas tem nome de planetas de vários mundos da temática geek.

Há também uma sala de jogos, que permite aos funcionários, entre uma e outra atividade de trabalho, ‘esfriar’ a cabeça com jogos diversos para voltar a produzir. “Temos vários espaços lúdicos que estimulam a criatividade e o tom da comunicação acompanha a irreverência de nosso público”,   completa.

Ações globais
A Whirlpool - fabricante de eletrodomésticos das marcas Consul, Brastemp e KitchenAid, que também possui planta em Manaus, é outra empresa que busca engajar seus colaboradores ‘ de olho’ em melhores resultados competitivos. Para tanto, aposta em práticas diferenciadas em todas as suas unidades, sendo um dos aspectos mais focados pela companhia, a cultura de meritocracia, que reconhece e recompensa o desempenho individual e diferenciado de cada colaborador. 

“Para isso, temos processos de avaliação de performance tanto para operadores de manufatura quanto mensalista e, para garantir o desenvolvimento, todo funcionário tem um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), que tem como objetivo endereçar os pontos de desenvolvimento e alavancar os pontos fortes daquele profissional”,  explica a gerente de, Recursos Humanos, Adriana Farkas.

Outro foco da empresa diz respeito à saúde do trabalhador. “Temos, por exemplo, o Programa Medida Exata, que incentiva os colaboradores com riscos de obesidade a promoverem mudanças nos hábitos diários com o apoio e acompanhamento de médicos, psicólogos, nutricionistas e preparador físico.

Outra ação é a Campanha de Saúde do Homem e da Mulher, que incentivou a realização de exames para prevenção do câncer de mama, colo de útero e próstata. Em Manaus, todos os atendimentos médicos e exames preventivos foram realizados nas dependências da própria unidade da Whirlpool”, completa.

 As recentes premiações da empresa aconteceram em 2015 , quando ela esteve pela 19ª vez no Guia ‘As Melhores Empresas para Você Trabalhar’, da revista Você S/A e pela 4ª vez entre as companhias reconhecidas no ranking ‘Great Place to Work’, da revista Época.

Publicidade
Publicidade