Publicidade
Cotidiano
Notícias

Consciência Negra será homenageada com programação social, cultural e de saúde

A abertura será no próximo dia 8, às 8h, na Escola Estadual Luizinha Nascimento, na Praça 14. No local, será realizada uma ação de cidadania com encaminhamentos para emitir Certidão de Nascimento, RG, CPF e Carteira de Trabalho 06/11/2015 às 18:27
Show 1
Serão homenageadas várias pessoas nas categorias: Quilombo, Grupo de capoeira, Juventude Negra, Mulher no movimento, Projeto na Escola, Diversidade cultural e cidadania e Sacerdotes (as)
acritica.com Manaus (AM)

A partir do próximo domingo (08), em comemoração ao mês da Consciência Negra, o Governo do Amazonas realiza diversas atividades sociais, culturais e de saúde. O objetivo é informar, provocar reflexão e atender a população.

A abertura será no próximo dia 8, às 8h, na Escola Estadual Luizinha Nascimento (avenida Tarumã, s/nº, Praça 14, zona centro-sul). No local, será realizada uma ação de cidadania com encaminhamentos para emitir Certidão de Nascimento, RG, CPF e Carteira de Trabalho e de consulta oftalmológica. Das 12h às 18h, no Quilombo Urbano São Benedito (avenida Japurá, s/nº, Praça 14, zona centro-sul), acontecem amostras da cultura afro, de música, dança, culinária e artesanato.

No dia 14 (sábado), será realizado um mutirão de saúde à população negra com vários atendimentos médicos das 7h às 16h, na paróquia São Geraldo (avenida Constantino Nery, s/nº, São Geraldo, zona centro-sul) e a exibição do filme “Pedra da Memória”, às 15h, no terreiro São Lourenço (rua 22, nº12, conjunto Oriental, Parque Dez, zona centro-sul).

De 16 (segunda-feira) a 18 (quarta-feira) deste mês, acontece a Semana da Consciência Negra “O Movimento Negro e as Políticas Brasileiras”, das 8h às 16h, no auditório Rio Negro do Instituto de Ciências Humanas e Letras da Ufam (avenida General Rodrigo Octávio, nº 6.200, Coroado 1, zona leste).

E de 17 (terça-feira) a 19 (quinta-feira), das 19h às 22h, a Ulbra realiza a X Jornada do Curso de Psicologia com o tema “Intercultura, Gênero e Etnia: Diálogos Transversais e Multidisciplinares na Academia e Formação Profissional”.

Para quem gosta de ir ao Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, s/nº, Centro, zona sul), no dia 18 (quarta-feira), às 20h, inicia o Festival de Cultura Negra 2015 com a 4ª edição do Personalidades Negras. 

Serão homenageadas várias pessoas nas categorias: Quilombo, Grupo de capoeira, Juventude Negra, Mulher no movimento, Projeto na Escola, Diversidade cultural e cidadania e Sacerdotes (as). Vários cantores amazonenses vão se apresentar no evento com o show “Cantos Negreiros”. 

No dia 19 (quinta-feira), acontecem três atividades que iniciam às 15h com uma caminhada nas ruas do bairro Compensa (zona oeste). A concentração será no Centro Desportivo do bairro (CDC) na rua Belo Horizonte. Às 18h, “Os avanços e desafios da mulher negra no Amazonas” serão tema de roda de conversa na Escola Normal Superior da Universidade do Estado do Amazonas (UEA - avenida Djalma Batista, nº 2.470, Chapada, zona centro-sul). No mesmo horário, acontece o Centenário do Samba na rua Pintasilgo, nº100, Cidade Nova, zona norte.

'Caminhada Zumbi'

Na data em que se comemora a Consciência Negra, dia 20 (sexta-feira), a programação começa com a “Caminhada Zumbi” às 15h. A partida será da Praça Heliodoro Balbi, passa pelas avenidas Sete de Setembro e Gabriel Salgado até chegar no Paço da Liberdade, onde serão realizadas várias atividades paralelas, como a abertura da Campanha dos Dezesseis Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher e uma seresta em comemoração aos 19 anos de existência do Conselho Estadual do Idoso (CEI).

Para encerrar o mês da Consciência Negra, acontecerão no dia 29 (domingo), das 15h às 21h, no anfiteatro da Ponta Negra, várias atividades culturais, dentre elas apresentações de artistas musicais e de dança, exposição de pinturas e de orixás, além de oficinas de capoeira, turbantes e bonecas.

As atividades são uma parceria do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), com apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) e o Movimento Negro.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade