Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Notícias

Conscientização sobre Lei Seca é levada pelo ar para interior do AM

Regras sobre consumo de bebida alcoólica durante eleições foram divulgadas pela Polícia Civil do Amazonas através de viagens de helicóptero até cidades da Região Metropolitana de Manaus



1.gif Rio Preto da Eva, Manacapuru, Presidente Figueiredo e Novo Airão são municípios visitados
04/10/2014 às 15:50

A Polícia Civil do Amazonas, por ação do Departamento de Polícia do Interior e Grupamento de Operações Aéreas (GOA), realizou neste sábado (4) uma ação de conscientização e informação visando levar a municípios do entorno de Manaus orientações aos comerciantes quanto às implicações legais do não cumprimento das regras da Lei Seca.

Nem mesmo o mau tempo na cidade de Manaus foi obstáculo para que policiais civis cumprissem a meta de atender aos maiores municípios do entorno da capital. Rio Preto da Eva, distante 57 quilômetros em linha reta de Manaus, foi o primeiro município a ser visitado pela equipe, onde chovia torrencialmente e o que fez atrasar a decolagem do helicóptero no horário programado.

Na tripulação da aeronave “Fenix 1” estavam os delegados e pilotos da Polícia Civil Arthur Lyra e Sinval Barroso, que tinham no roteiro, além de Rio Preto da Eva, visitas aos municípios de Manacapuru, Presidente Figueiredo e Novo Airão. A decolagem ocorreu por volta das 10h, do Aeroclube de Manaus, bairro Flores, na Zona Centro-Sul da capital.

A missão da equipe foi informar comerciantes destas cidades sobre a vigência da Lei Seca, que é a proibição do consumo de bebida alcoólica durante as eleições de domingo (5), determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). A lei vai vigorar a partir das 22h deste sábado (4) e se estenderá até às 18h de domingo (5), após o encerramento da votação. Foram visitados estabelecimentos comerciais e distribuídos cartazes e panfletos sobre a Lei Seca e a aplicação.


“Estamos cumprindo uma ação preventiva, no primeiro momento, de informar sobre a proibição homologada pelo TRE do Amazonas. Após as 22 horas deste sábado a ação passa a ter caráter repressivo e quem insistir na venda ilegal será autuado de acordo com a legislação vigente”, informou o delegado Chicre Neto.

Com autonomia de voo de até três horas ininterruptas, o helicóptero da Polícia Civil será usado para garantir máximo alcance e consequente cumprimento da lei nos municípios metropolitanos. “Temos um plano de voo estimado em duas horas para cobrir os municípios designados, o que nos deixa com uma hora de voo restante em autonomia”, ressaltou o delegado Barroso.

A Polícia Civil continuará com uma atuação voltada ao pleito durante todo o final de semana, com servidores distribuídos em todas as zonas eleitorais da capital, em ação integrada com diversos órgãos, para que a votação aconteça com total ordem e tranquilidade.

*Com informações da assessoria de imprensa

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.