Publicidade
Cotidiano
Notícias

Construção da nova sede Escola de Contas entra na fase de acabamento, em Manaus

De acordo com o secretário Fernando Elias, nos primeiros 15 dias de dezembro, o trabalho será voltado para limpeza, adequação e urbanismo da praça sob a nova escola de contas 23/11/2015 às 18:42
Show 1
Atualmente, está sendo instalada a pele de vidro da escola, que terá um vão de 40 metros, e concluída a instalação do forro e da central do ar-condicionado de todo o complexo
acritica.com Manaus (AM)

Com as instalações elétricas, hidráulicas e de combate a incêndio concluídas e com o início da montagem das divisórias e portas na próxima semana, a obra da nova sede da Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (ECP/TCE-AM) entra na fase final — a de acabamento — com 90% do trabalho concluído, seguindo o cronograma previsto pela Secretaria Geral de Administração do TCE (Seger).

Montada sobre estrutura metálica, a partir da tecnologia Drywall (parede seca) — um processo em estilo americano inédito em Manaus — a nova sede da Escola de Contas será inaugurada no dia 17 dezembro deste ano, segundo confirmou o secretário da Seger, engenheiro Fernando Elias, nesta segunda-feira (23).

Atualmente, está sendo instalada a pele de vidro da escola, que terá um vão de 40 metros, e concluída a instalação do forro e da central do ar-condicionado de todo o complexo. O piso da escola, que terá um tapete especial, será montado no início do próximo mês.

De acordo com o secretário Fernando Elias, nos primeiros 15 dias de dezembro, o trabalho será voltado para limpeza, adequação e urbanismo da praça sob a nova escola de contas. “Está tudo de acordo com o previsto no cronograma de obras aprovado pelo conselheiro-presidente, Josué Filho”, afirmou.

A nova sede Escola de Contas terá dois mil metros quadrados de área construída, com salas de aula com capacidade para até 50 pessoas, laboratório de informática, sala de videoconferência, sala de consultoria, sala de reuniões, sala de professores, sala de coordenador-geral da ECP, diretoria, depósito, sala da reprografia e lanchonete, além de um espaço onde deverá ser instalado futuramente o Memorial da Cortes de Contas.

A nova Escola de Contas, assinada pela arquiteta Karla Passos, vai unificar os dois prédios do TCE e dará uma fachada à Corte de Contas. O novo prédio da ECP obedece todos os padrões técnicos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo  Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

Criada em 2010, a ECP funciona hoje sem a estrutura adequada  e por conta da demanda de formação aos jurisdicionados e à sociedade civil, a coordenação da ECP tem dividido as turmas para atender os interessados. Este ano, a Escola já chegou à marca de quase 14 mil certificações, um recorde. A partir de 2016, a ECP vai oferecer curso de pós-graduação.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade