Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Notícias

Contas de luz não chegam aos consumidores

A assessoria de comunicação da empresa informou, ainda, que contratará uma nova empresa para fornecer o serviço. Em nota, a Amazonas Energia reforçou que o cliente poderá ainda retirar a segunda via da conta em qualquer Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) e na Loja Dez de Julho, no Centro



1.jpg O aumento na conta de energia começará no primeiro mês de 2012
06/01/2012 às 22:44

Nos últimos dois meses clientes da Eletrobras Amazonas Energia residentes em alguns bairros da capital deixaram de receber suas faturas por conta de “problemas” com a empresa terceirizada que realiza a entrega das contas, os quais não foram revelados. Em Manaus, a empresa possui 442.555 usuários regulares, o equivalente a 44,7% da clientela total no Estado. A assessoria não precisou quantos destes foram atingidos pelo atraso, mas informou que, nos próximos dias, a entrega será regularizada e os consumidores receberão suas contas com cinco dias de prorrogação a contar da data de entrega, sem prejuízos financeiros.

A concessionária é responsável pelo abastecimento de energia elétrica em Manaus e no interior do Estado. A assessoria de comunicação ressaltou que uma nova empresa foi contratada para realizar os serviços de entrega de faturas, substituindo a que ocasionou o problema. Ambas não tiveram o nome revelado. Em nota, a Amazonas Energia reforçou que o cliente terá a opção de retirar a segunda via da conta em qualquer Pronto Atendimento ao Cidadão (PACs) e na Loja Dez de Julho, no Centro, bem como no site da concessionária (www.amazonasenergia.gov.br).



A concessionária nega que a entrega de faturas tenha sido paralisada pela empresa responsável por falta de pagamento e frisou que os usuários prejudicados com o atraso estarão isentos de juros ou multas. A Amazonas Energia também assegurou que possui total controle dos clientes que já efetuaram o pagamento dos referidos meses e, caso o cliente se sinta prejudicado, poderá fazer sua reclamação nos pontos de atendimento ao cliente.

O problema vem causando desconforto a alguns consumidores, que reclamam, principalmente, da falta de informações por parte da empresa, que apenas nesta quarta-feira (04/01), publicou nota esclarecendo o ocorrido no seu portal na internet.

 Na rua Barreirinha, localizada no bairro União, Zona Centro-Sul, os moradores foram informados pelo carteiro de que a conta não chegaria pelas mãos dele. A microempresária Liliane Tavares, 32, disse que foi ao PAC, mas não conseguiu ter a segunda via expedida. Já autônomo Antônio Vieira, 56, informou que aguardou a chegada das contas desde novembro, sem sucesso, e que não recebeu nenhum comunicado da empresa a respeito do episódio.

A dona de Casa Marli Bruno Bezerra, 59, moradora da rua B29, nº 767, conjunto Ajuricaba, Alvorada, Zona Centro-Oeste, diz que entrou em contato pela manhã com a concessionária por meio do número 08007013001 e recebeu a informação de que deveria procurar o PAC. “O rapaz me informou que houve um problema na entrega e que os usuários tinham que ir ao PAC pegar a segunda via, mas não disse se tinha que pagar juros ou coisa assim. Até então eu estava pensando que o problema era só na rua aqui de casa, pois meus vizinhos estão sem a conta, mas já soube que é na cidade inteira”, frisou.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.