Sábado, 04 de Abril de 2020
SAÚDE PÚBLICA

Coronavírus: OMS declara emergência de saúde pública internacional

Casos confirmados da doença passam de 7,8 mil, com 170 mortos. A decisão da entidade veio após nova reunião com comitê de especialistas nesta quinta-feira (30). Brasil segue com 9 casos suspeitos



naom_5e28b88d184e8_AE9BF79F-A79A-440B-BFDD-955EB3C906D6.jpg Foto: Reprodução/Internet
30/01/2020 às 16:19

O surto do novo tipo de coronavírus originário da China fez com que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretasse nesta quinta-feira (30) emergência de saúde pública de interesse internacional. A doença já deixou 170 mortos na China e 8.100 infectados. É a sexta vez que a entidade aciona o dispositivo desde a criação do mecanismo, em 2005.

Há uma semana, pesquisadores haviam decidido que "não era hora" de declarar o coronavírus como emergência global. Na ocasião, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, admitiu que houve uma divisão no painel de 16 especialistas independentes formado para analisar o avanço do coronavírus.



O encontro chegou a ser prolongado por falta de consenso. Dessa vez, a OMS entendeu que a conjuntura da disseminação do coronavírus dentro e fora na China justifica a nova medida.

Ghebreyesus enfatizou que a declaração não é um sinal de desconfiança em relação à capacidade da China de conter a crise, mas uma reação à disseminação do coronavírus em outros países.

Ele aproveitou a coletiva de imprensa para agradecer aos esforços dos profissionais das redes de saúde da China, que têm trabalhado "24 horas por dia e sete dias por semana". O diretor-geral da OMS fez, ainda, um apelo para que as fake news sobre a crise sejam combatidas para evitar a desinformação.

Casos suspeitos no Brasil

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira (30) que há nove pessoas com suspeita de estarem infectadas por coronavírus no Brasil. Apesar de o número de casos ter se mantido igual ao divulgado ontem, há quatro novos casos considerados suspeitos e outros quatro foram descartados.

Os quatro novos casos suspeitos foram registrados no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. O caso do Rio Grande do Sul já havia sido notificado e chegou a ser excluído. No entanto, voltou a ser considerado suspeito após o paciente apresentar outros sintomas. Os dados foram fechados pela pasta às 12h de hoje. 

Até o momento, 43 casos foram notificados pelo Brasil. Destes, 28 já foram excluídos. Até o fechamento do balanço, os casos estavam distribuídos em: (1) Minas Gerais, (1) Rio de Janeiro, (3) São Paulo, (2) Rio Grande do Sul, (1) Paraná, (1) Ceará.

Coronavírus

Os coronavírus são conhecidos desde meados dos anos 1960 e já estiveram associados a outros episódios de alerta internacional nos últimos anos. Em 2002, uma variante gerou um surto de síndrome respiratória aguda grave (Sars) que também teve início na China e atingiu mais de 8 mil pessoas. Em 2012, um novo coronavírus causou uma síndrome respiratória no Oriente Médio que foi chamada de Mers.

A atual transmissão foi identificada em 7 de janeiro. O escritório da Organização Mundial de Saúde (OMS) na China buscava respostas para casos de uma pneumonia de etiologia até então desconhecida que afetava moradores na cidade de Wuhan. No dia 11 de janeiro foi apontado um mercado de frutos do mar como o local de origem da transmissão. O espaço foi fechado pelo governo chinês.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.