Publicidade
Cotidiano
Notícias

Corpo de homem é encontrado com nove facadas dentro de rede, na Zona Norte de Manaus

A vítima foi morta a facadas enquanto estava deitado no interior de seu apartamento. Polícia suspeita que a vítima tenha sido executada por pelo menos dois assassinos 28/10/2014 às 10:12
Show 1
Homem foi removido dentro da própria rede para o IML.
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

O cadáver de um homem ainda não identificado foi encontrado na manhã desta terça-feira (28) dentro de seu apartamento, em uma estância localizada no beco Geri, próximo da rua 11B no bairro Novo Aleixo, Zona Norte da capital. A vítima estava deitada em sua rede, banhada em sangue, com vários golpes de facadas pelo corpo. A polícia suspeita que o crime tenha relação com o tráfico de drogas e que dois homens tenham cometido o homicídio.

Ao todo, a vítima recebeu nove facadas, sendo oito delas na região do abdômen e uma muita profunda na altura do pescoço. O cadáver foi encontrado deitado em uma rede em seu apartamento tipo kitinete pelo dono da estância. Segundo o proprietário do local, João de Souza, de 45 anos, o homem havia alugado o quarto há ouco mais de um mês e não percebeu nenhuma movimentação anormal no momento do crime.

O dono da estância sentiu um mal cheiro vindo do quarto da vítima e resolver verificar. Ele pegou, então, uma escada e olhou por uma janela, avistando o corpo do homem todo ensanguentado dentro da rede. Ele em seguida acionou a PM e policiais da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) se dirigiram até o local, constatando o homicídio.

O titular do 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Rodrigo Bonna, trabalha com a suspeita de  que a vítima tenha sido morta por dois assasinos e que o crime tenha relação com o trafico de drogas. Agentes do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo da vítima dentro da própria rede para dentro da viatura da instituição, onde será periciado. O caso está sendo investigado pelos agentes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs).

*Com informações da repórter Girlene Medeiros

MAIS INFORMAÇÕES EM INSTANTES

Publicidade
Publicidade