Publicidade
Cotidiano
CHUVA

Cratera aberta na rua Henrique Martins causa preocupação em transeuntes da via

Além do imenso buraco, uma das maiores insatisfações dos comerciantes é com a derrubada de uma árvore, que servia de abrigo contra o sol 10/03/2017 às 05:00 - Atualizado em 10/03/2017 às 11:43
Show cratera1
Com a chuva, a galeria cedeu e a árvore tombou, sem, no entanto, comprometer o trânsito de pedestres no local / Fotos: Euzivaldo Queiroz
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Uma cratera formada desde o início da semana com o temporal que desabou na cidade naquele dia - e que ocasionou até o desabamento de uma frondosa árvore - traz preocupação e impaciência para quem transita ou trabalha diariamente na na rua Henrique Martins. Com a chuva, a galeria cedeu e a árvore tombou, sem, no entanto, comprometer o trânsito de pedestres no local.

Uma das maiores insatisfações dos comerciantes e transeuntes é com a derrubada da árvore, que dava sombra e servia de abrigo contra o sol para quem passa por aquela área da cidade. Alguns deles, tem quase que uma vida inteira trabalhando na Henrique Martins, caso do vendedor ambulante Marcos Antônio de Melo, 46, que está há 25 anos oferecendo seu caldo de carne, feijão e mocotó para os fregueses: ele estaciona seu carro-lanche em frente à cratera. “A perda de uma árvore como essa não tem nem comparação. Perde não só a cidade, mas também o Planeta, para o meio ambiente, é irreparável. Havia condição de ter salvo ela porquê tem tecnologia para isso. A árvore caiu inteirinha. Poderiam ter levantado, colocado um aterro e colocado ela no lugar. Mas preferiram serrar. Agora, cadê o pessoal do meio ambiente que não vê isso? Todos estão tristes. Uma hora dessas (11h15 da manhã de ontem) era cheio de gente conversando, dialogando. Agora, só plantando outra”, comentou ele, manifestando sua insatisfação. “Eu vi essa árvore crescer. Foi da madeira dela que Noé fez a arca. É verdade”,  

Gerente de uma rede de lojas e cuja uma filial fica quase em frente à cratera, Marly Ambrósio disse que não haveria necessidade de fazer uma obra no local como a concluída ano passado, que revitalizou o piso mas, segundo ela, trouxe transtornos para as pessoas, como buracos e, no caso mais recente, o buraco em questão.

“A situação é precária, pois não haveria necessidade de fazer essa obra principalmente porque ela foi mal feita. Eles recapearam e colocaram os tijolinhos e deram uma maqueada no calçamento. Achei que isso não é viável, pois cada chuva que há aqui alaga as lojas. O problema começou com um buraco pequeno e quando veio a água começou a erosão e foi formando um buraco bem maior. Foi quando a árvore tombou. Graças a Deus não machucou ninguém, mas foi por um fio pois eu estava aqui na frente e gritei em direção a uma senhora que estava há quatro metros. E a árvore caiu para o lado esquerdo”, comentou ela.

Marly Ambrósio também falou de outras preocupações dela. “Nossa preocupação é que a erosão venha a prejudicar as lojas porquê sabemos que tudo aqui são galerias. Me deixa preocupada também não só a rua, mas os prédios. Outra coisa que eu gostaria de chamar a atenção é para não entrarem veículos aqui, como carros de lixo”, comentou.

Outro lado

Por meio de sua assessoria de comunicação, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf)  informou oficialmente que, após a forte chuva registrada em Manaus, no último dia 8, um tronco de uma antiga árvore tombou levantando parte do calçamento da via. “A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) já está no local para averiguar se houve algum rompimento da drenagem profunda. Casa exista a necessidade do trabalho de infraestrutura, ele será feito em caráter emergencial. A área exclusiva para pedestres será isolada no entorno do problema”, informou a comunicação do órgão.

Até o fechamento desta edição a secretaria não havia informado qual era a espécie da árvore e nem os prazos estipulados para se começar e finalizar a obra no local. “Em relação as outras demandas vamos verificar junto a engenharia da Seminf, hoje (ontem) a tarde”, declarou a assessoria.

Publicidade
Publicidade