Domingo, 20 de Setembro de 2020
SAÚDE

Criança de 9 anos que contraiu síndrome rara após Covid-19 é curada

O pequeno José Neto foi diagnosticado com a síndrome inflamatória multissistêmica e recebeu tratamento em hospitais do sistema Hapvida, no Ceará



WhatsApp_Image_2020-07-29_at_15.42.22_369FAC54-A13C-47ED-82DC-AB041B955B5B.jpeg Foto: Arquivo pessoal
29/07/2020 às 15:43

Após se recuperar da Covid-19, José Neto, de 9 anos, começou a sentir dores abdominais e foi consultado na emergência do hospital Padre Cícero, do sistema Hapvida, em Juazeiro do Norte (CE). Diagnosticado com a síndrome inflamatória multissistêmica, que pode acontecer em crianças que contraíram a doença causada pelo novo coronavírus, o menino foi tratado no hospital Luís França, unidade da operadora referência em pediatria da capital cearense.

O pequeno apresentou sintomas como diarréia, dor abdominal, lesões na pele, olhos e boca. De acordo com o pediatra e diretor do hospital Luís França, Caio Malachias, essa síndrome é uma doença inflamatória pós-Covid-19.



“Acontece de três a quatro semanas depois de apresentar o novo coronavírus e a criança desenvolve essa patologia. Pode acontecer de maneira grave, como doença cardíaca, inclusive, e requer um tratamento específico”, ressalta o médico.

De acordo com o coordenador da emergência pediátrica do hospital Padre Cícero, Felipe Macêdo, ele foi internado na unidade de terapia intensiva (UTI) e iniciado um tratamento específico, que teve continuidade na capital.

Durante o tratamento, os pais de José Neto tiveram que ser fortes, afinal estavam diante do sofrimento do filho. A mãe do menino, Luziana Pereira, relata que “ele sentia muita dor, mas ao mesmo tempo que ele gritava de dor, ele tinha muita força”.

A equipe médica não mediu esforços para tornar mais confortável esse momento delicado. Durante a internação, José Neto fez um simples pedido, queria comer pão de queijo, logo o pediatra Caio Malachias providenciou o lanche, fortalecendo ainda mais a relação entre médico e paciente.

Agora, José Neto já está em casa. Segundo Malachias, “ele já pode voltar às suas atividades de forma gradativa, tanto as alimentares, como as físicas, mas ainda vai levar um tempo para voltar ao normal por conta das alterações cardíacas”.

Recupera e emocionado, o pequeno José Neto agradece o apoio de todos nesse momento. “Muito obrigado a todos, tenho bastante coisa pra fazer, e logo vou ficar 100%”, completa o garoto.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.