Publicidade
Cotidiano
Notícias

Crianças são prejudicadas por falta de energia em creche

A diretora da Unidade Municipal de Educação Infantil, localizada em Iranduba, procurou a Eletrobras para sanar a questão, mas não obteve êxito 11/03/2015 às 16:03
Show 1
A falta de energia tem prejudicado as crianças da unidade infantil. A diretora do local procurou a Eletrobras para sanar a questão, mas sem êxito
Perla Soares Iranduba (AM)

Pais das crianças que frequentam a Unidade Municipal de Educação Infantil Nejmi Aziz, no município de Iranduba, a 25 quilômetros de Manaus, reclamam que seus filhos estão há dois anos estudando com o horário das aulas reduzidos em razão da falta de energia elétrica.

A creche, inaugurada em 2013, mantém turmas com crianças de 2 a 5 anos de idade, nos turnos matutino e vespertino. De acordo com a diretora da unidade infantil, Sônia Monteiro, a Secretaria Municipal de Educação de Iranduba chegou a ser notificada pela Eletrobras Amazonas Energia para que o problema fosse sanado com a ligação da linha de transmissão de energia da subestação para a creche

Entretanto, até hoje, o serviço não engrenou. “O secretário de Educação, Allan Kardec, disse que o pedido de ligação tinha sido aprovado, mas até agora o serviço não foi feito”, disse a diretora.

Sônia Monteiro comentou ainda que procurou a Eletrobras para saber o motivo de tanta demora para a ligação do sistema de energia, porém recebeu a informação do órgão, de que não existe nenhum pedido de ligação de energia para a referida creche. Ao questionar, novamente, o secretário de Educação de Iranduba, a diretora da unidade infantil foi informada por ele, que o projeto de ligação não tinha sido aprovado, mas que a própria Eletrobras iria corrigir o problema.

“Não sei mais em quem devo acreditar, a única coisa que é certa, é o sofrimento das crianças, que estão sendo prejudicadas com o tempo de aula reduzido e estudando no calor”, lamentou Sônia Monteiro.

Dificuldade

Ruana Beatriz, tia de Natascha Pereira de Souza, 2 anos, do Jardim 2, se preocupa com a falta de paciência da sobrinha, devido o intenso calor na sala de aula . “Minha sobrinha tem dificuldade para o aprendizado, pois ninguém consegue aprender com este calor. O que adianta ter uma escola com toda essa estrutura se não pode se tirar proveito dela. Esses pequenos estão sofrendo com essa situação”, afirmou Ruana Beatriz.

A reportagem de A CRÍTICA entrou em contato com Eletrobras Amazonas Energia, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. 

Sem paciência

De acordo com a diretora da Unidades Escolar, Sônia Monteiro, mais de 200 crianças estão matriculadas na creche. o horário das aulas são reduzidos devido ao calor e falta de energia elétrica para ligar os ar condicionados. Segundo ela, as crianças sofrem e não tem paciência para o aprendizado. O tempo de aula reduziu para 2 horas, pela manhã e tarde.

Única creche

O Centro Municipal de Educação Infantil Nezmi Aziz é a única creche construída pela Prefeitura de Iranduba. Até o ano passado existia uma outra unidade. A creche funcionava no segundo andar de um prédio, mas este desabou durante uma forte chuva que atingiu a cidade em outubro daquele ano. A creche atendia 110 crianças.

Interdição

Atualmente, o prédio está interditado pela Defesa Civil do Estado, que realiza o trabalho de assistência social com as famílias. Os alunos da unidade interditada foram transferidos para a creche Nezmi Aziz.

Publicidade
Publicidade