Publicidade
Cotidiano
Notícias

Crimes contra criança e adolescente caem 22% no Amazonas

Enquanto no passado foram registrados 1.061 casos, em 2013, foram 1.347 registros de crimes, afirma dados da Sejusc  16/05/2015 às 10:08
Show 1
Trabalhos preventivos realizados nas escolas tem contribuído para a redução dos crimes. A família também está mais vigilante
kelly melo ---

Os registros de crimes sexuais contra a crianças e ao adolescentes tiveram uma redução de 22% no comparativo 2013/2014, de acordo com informações da Secretarias de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Enquanto no passado foram registrados 1.061 casos, em 2013, foram 1.347 registros de crimes.

Para a secretária da Sejusc, Graça Prola, a leve redução se deve ao trabalho efetivo que a rede de atenção a criança e ao adolescente tem alcançado. Ela também destacou que as famílias estão mais vigilantes e acabam denunciando mais os casos de abuso e exploração sexual. “Isso é resultado do trabalho preventivo que temos feito nas escolas e principalmente, da Rede de Atenção que temos estruturada”, afirmou a secretária, que lança, hoje, a 14ª campanha de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Este ano, a campanha tem como tema “Esquecer é permitir. Lembrar é combater”, onde a ideia é ressaltar a importância de as denuncias continuarem sendo feitas.

De acordo com a Sejusc, só no ano passado, mais de 800 casos de estupro de vulnerável foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA), na Zona Centro-Oeste.

Em 87% desses casos, as principais vítimas foram meninas entre 12 e 15 anos. “A maioria desses casos ainda acontecem no âmbito familiar e na maioria das vezes, os padrastos são os criminosos”, disse Prola, lembrando que os processos relacionados a abuso e exploração sexual estão sendo julgados com mais celeridade devido a implantação de uma Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de crianças e adolescentes, no Tribunal de Justiça do estado.

Parcerias

A programação da campanha será realizada até o dia 19 e conta com o envolvimento de várias secretarias tanto do Estado como do Município, como Sejusc, Seas, Semmasdh, Conselhos Tutelares entre outros.


Publicidade
Publicidade