Publicidade
Cotidiano
Notícias

Custos da obra no prédio da Escola de Contas do TCE saltam de R$ 9,7 mi para 12,1 milhões

Aumento no valor ocorreu devido a aditivo de R$ 2,3 milhões para inclusão de itens não previstos no contrato inicial e exclusão de outros itens desnecessários  01/12/2015 às 16:34
Show 1
A Escola de Contas Pública fica na av. Efigênio Sales, no mesmo terreno da sede do TCE-AM
ACRITICA.COM ---

A obra do prédio da Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) saltou de R$ 9,7 milhões para R$ 12,1 milhões com a concessão de um aditivo no valor de R$ 2,3 milhões autorizado pelo engenheiro Fernando Elias Gonçalves, secretário geral de Administração da corte.

O acréscimo no valor do contrato com a construtora Carramanho foi publicado na edição de sexta-feira do Diário Eletrônico do TCE-AM. O documento justifica a medida com a inclusão de itens não previstos no contrato inicial e exclusão daqueles que não aderiram mais às necessidades do projeto.

A Carramanho foi contratada para construir o prédio da Escola de Contas Pública e revitalização das dependências do complexo do tribunal, que fica situada na avenida Efigênio Sales, Zona Centro Sul de Manaus. 

Texto publicado no site da corte no dia 23 deste mês mostra que a obra está com 90% dos serviços concluídos. “Montada sobre estrutura metálica, a partir da tecnologia Drywall (parede seca) — um processo em estilo americano inédito em Manaus — a nova sede da Escola de Contas será inaugurada no dia 17 dezembro deste ano”.

O texto também informa que está sendo instalada a pele de vidro da escola, que terá um vão de 40 metros, e concluída a instalação do forro e da central do ar-condicionado de todo o complexo. O piso da escola, que terá um tapete especial, será montado no início de deste mês.

A nova da sede Escola de Contas terá dois mil metros quadrados de área construída, com salas de aula com capacidade para até 50 pessoas, laboratório de informática, sala de videoconferência, sala de consultoria, sala de reuniões, sala de professores, sala de coordenador-geral da escola, diretoria, depósito, sala da reprografia e lanchonete, e um espaço onde deverá ser instalado o memorial do tribunal.

Publicidade
Publicidade