Publicidade
Cotidiano
Notícias

Defesa Civil registra 50 ocorrências em seis horas de chuva em Manaus

Alagamentos, deslizamentos, queda de muro, tombamentos de árvores e naufrágios de embarcações foram registrados nesta tarde chuvosa 19/11/2013 às 18:36
Show 1
Forte chuva que durou quase seis horas causou alagamentos principalmente na Zona Leste de Manaus
Renildo Rodrigues/ Jaíze Alencar Manaus (AM)

A Defesa Civil do Amazonas registrou mais de 50 ocorrências durante um forte temporal que castigou Manaus durante mais de seis horas na tarde desta terça-feira (19).

Foram 17 alagamentos, sendo os mais graves nos bairros Jorge Teixeira, Comunidade Santa Inês, Grande Vitória, Nossa Senhora de Fátima, Monte Sião, Colônia Antônio Aleixo, Bairro Novo, São Lázaro, Amazonino Mendes, Coroado e Santa Etelvina, grande parte na Zona Leste da capital.

A Defesa Civil também registrou 16 deslizamentos de barrancos nos bairros Nova Vitória, Jorge Teixeira, Nova Floresta, Novo Israel, Riacho Doce,  São Lucas, João Paulo, Mauazinho, Alfredo Nascimento, Loteamento Fazendinha e Santa Inês; cinco desabamentos de muros no João Paulo, Jorge Teixeira, Nova Vitória e Flores; quatro riscos de desabamentos de casas (Nossa Senhora de Fátima, Colônia Santo Antônio e Nova Vitória) e um desabamento parcial de casa (no Jorge Teixeira) - além de um risco de desabamento de muro, também no Jorge Teixeira; e dois riscos de desabamentos de barrancos, como nos bairros Alfredo Nascimento e Grande Vitória.

No bairro Jorge Teixeira, Zona Leste, uma casa foi soterrada. De acordo com informações da assessoria de comunicação da Defesa Civil, não há registro de vítimas lesionadas em nenhuma das ocorrências. Ainda foram registrados dois tombamentos de árvores (na Compensa e no Jorge Teixeira) e um rompimento de bueiro (no São José).

No bairro Jorge Teixeira, na rua 3 da comunidade Arthur Virgílio, cerca de 50 casas foram afetadas pela água da chuva que inundou toda a área. As equipes da Defesa Civil que atenderam as famílias em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semasdh).

Todas as equipes operacionais da Defesa Civil e todos os servidores administrativos do órgão ainda estão nas ruas atendendo ocorrências desde 16h, quando as chuvas iniciaram.

Ocorrências do Corpo de Bombeiros

Até as 18h, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (Cbmam) atendeu oito ocorrências, sendo duas alagações (na 4ª etapa do bairro Jorge Teixeira e na Cidade Nova), onde várias pessoas ficaram retidas dentro de suas residências.

Aproximadamente 20 famílias foram resgatadas entre a rua das Tulipas e a avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, próxima a uma loja de autopeças. Os bombeiros utilizaram dois botes para realizar o salvamento.

Uma tentativa de suicídio na Praia da Ponta Negra colocou as equipes em alerta, onde uma mulher não identificada se jogou no rio por causa de uma briga amorosa com o namorado. Os bombeiros que realizavam prevenção na praia salvaram a mulher e entregaram a uma viatura do Polícia Militar que encaminhou ao Pronto Socorro mais próximo.

Três quedas de árvores também foram registradas, sem maiores incidentes. Informações dos Bombeiros confirmaram, ainda, uma queda de muro localizado na avenida Pirarucu, no Jorge Teixeira.

Os naufrágios de duas embarcações no Porto da Manaus Moderna, no Centro da Capital, também foram atendidos pelo órgão, felizmente sem vítimas.

Previsão

A chuva desta tarde havia sido prevista nas medições meteorológicas do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), para um horário entre 12h e 12h20.

Ela acabou ocorrendo de fato ao 12h mas, até 18h, ainda chovia em alguns pontos da cidade. Segundo o Sipam, essas chuvas vêm acompanhadas de descargas elétricas e fortes rajadas de vento.

Publicidade
Publicidade