Publicidade
Cotidiano
Notícias

Definida a ação integrada da Prefeitura e Governo para o Carnaval

Os dois governos vão atuar juntos na segurança do carnaval. Uma portaria da Secretaria de Segurança determina que os eventos, em vias públicas, pré-carnavalescos e carnavalescos, só serão permitidos com a prévia e expressa autorização da Semmas, SMTU, Manaustrans, Detran  22/01/2013 às 20:01
Show 1
Uma reunião, nesta terça-feira, 22, no Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Segurança Pública serviu para afinar o papel que cada órgão municipal e estadual envolvidos no evento
acritica.com* ---

Prefeitura de Manaus e Governo do Amazonas vão atuar juntos na segurança integral do carnaval, este ano. Uma reunião, nesta terça-feira, 22, no Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Segurança Pública serviu para afinar o papel que cada órgão municipal e estadual envolvidos no evento vai desempenhar para garantir as manifestações culturais, a saúde e a segurança da população. 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) vai intensificar a fiscalização de veículos equipados com caixas de som nas áreas de realização de bandas e dos desfiles no Sambódromo. Haverá também a proibição de venda de bebida alcoólica e venda de churrasquinho em espeto de madeira ou qualquer outro material perfuro-contuso nas proximidades do Centro de Convenções. Será feito um trabalho de prevenção às DSTs/Aids, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que fiscalizará também as condições de higiene e acondicionamento de alimentos nos locais autorizados. Equipes do Samu estarão de prontidão. 

Uma portaria da SSP, publicada no Diário Oficial do Estado, determina que os eventos, em vias públicas, pré-carnavalescos e carnavalescos, só serão permitidos com a prévia e expressa autorização dos órgãos competentes – Semmas, SMTU, Manaustrans, Detran (quando o evento causar interferência em via estadual), Polícia Rodoviária Federal (quando interferir em via federal), Corpo de Bombeiros, Amazonas Energia, Semef (quando houver cobrança de ingressos ou similares) e Polícias Civil e Militar do Amazonas.

O subsecretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Francimar Mamed, explica que a Semmas atua em duas frentes no Carnaval: no licenciamento e na fiscalização.

 “As bandas que foram licenciadas, não estão livres de passar por monitoramento, uma vez que qualquer excesso constatado será coibido e as que ainda não buscaram se regularizar devem fazê-lo o quanto antes”, afirmou. Segundo ele, até esta terça-feira, 44 pedidos de autorização haviam sido protocolizados na secretaria.

O secretário executivo do GGI, Frederico Mendes, destacou a importância do trabalho de controle desenvolvido pelos órgãos de segurança pública. Segundo ele, a Polícia Militar estará pronta para atuar em todos os casos em que for necessário, dando o apoio aos demais órgãos. Ele reforçou, inclusive, que a Polícia Militar só atuará fazendo a segurança das bandas que estiverem com todas as autorizações em dia.

 *Com informações da assessoria de comunicação

Publicidade
Publicidade