Sábado, 31 de Julho de 2021
HOMENAGEM

Delegada-geral Emília Ferraz recebe maior honraria da CMM

Medalha de ouro Josué Filho foi entregue à delegada na área de serviço público prestado à população amazonense



show_emilia11_E256AEF0-8E8B-4F11-A1EB-3DA8DB8290C5.jpg Foto: Junio Matos
20/04/2021 às 13:09

Em comemoração ao Dia da Polícia Civil, celebrado em 21 de abril, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) concedeu a medalha de ouro Josué Filho, a maior homenagem outorgada pela casa, à Delegada Geral da Polícia Civil do Amazonas, Emília Ferraz Carvalho, na área de serviço público prestado à população.

“Hoje é um dia de muita horaria para mim, porque estamos homenageando uma instituição que defende a família no Estado do Amazonas. Apesar do momento de pandemia em que vivemos, essa instituição continuou realizando seu trabalho, inclusive apreensões, como a maior apreensão de entorpecentes ocorrida no Amazonas. A polícia civil é a instituição que leva a certeza da proteção diária de nossas vidas e nosso patrimônio à população. E temos também a honra de realizar a quebra de um paradigma, pois hoje realizamos uma homenagem à primeira delegada-geral civil do estado do Amazonas”, disse o vereador Caio André (PSC), que presidiu a homenagem.

Placas em homenagem ao Dia da Polícia Civil foram entregues para Emília Ferraz e para o coordenador do Grupo Fera, Juan Valério.

“Tenho muita honra de entregar à senhora, que é a primeira delegada-geral da Polícia Civil e pelo seu trabalho desenvolvido diante da instituição. Também tenho muita honra em entregar essa placa ao senhor Juan Valério. Essa placa contém os nomes de todos os policiais que fazem parte do grupo FERA. Eu que já tive a honra de participar do grupo FERA fico muito emocionado. Para mim é muito importante fazer parte dessa homenagem. Quero parabenizar a senhora, Dra. Emília, por todo o trabalho realizado ao longo desse tempo que a senhora está à frente da Polícia Civil. Quero agradecer a todos vocês pelo serviço que prestam para a nossa cidade. Vocês foram maravilhosos também nessa luta contra a Covid-19”, destacou o vereador Antônio de Almeida Peixoto (PTC), um dos autores da propositura.

A medalha Josué Cláudio de Souza Filho foi entregue à delegada-geral pelo vereador Lissandro Breval (Avante).

“Que dia importante, Dra. Emília. Eu acompanho a luta de vocês, por todos esses meses, pela vida. E a luta de vocês diariamente pela segurança de nossa cidade. Essa homenagem retrata o caráter da Polícia Civil no Amazonas. Nunca se falou tanto em integração entre governo federal, estado e município. E nós, aqui na CMM, criamos uma comissão de segurança que será ativa e presente, com objetivo de oferecer uma vida melhor à nossa população, de dar mais segurança às comunidades. Eu agradeço a vocês pelo esforço de retirar toneladas de drogas das nossas ruas e de não desistirem de fazer a nossa cidade melhor”, disse o vereador. 

Logo após, os policiais e membros que compõem o grupo FERA, como também titulares e investigadores que de delegacias especializadas receberam o diploma de honra ao mérito pelos serviços prestados à sociedade amazonense em frente às ações de combate à criminalidade.

Reconhecimento

Para a Delegada-Gera da Polícia Civil do Amazonas, Emília Ferraz, a homenagem prestada pela CMM foi muito bem recebida. “São 20 anos de história e eu quero falar da minaha casa, que é a Polícia Civil. Lá, eu tenho a minha família, os meus amigos, os meus parceiros. Os homenageados de hoje são minha família, eles fazem parte do meio dia-a-dia. Eu acredito que quando um corpo tem as engrenagens adequadas, tudo flui. Tanto que podemos ver isso nos nossos resultados. Todos os índices de criminalidade foram baixados nesse ano de trabalho”, revelou a delegada-geral.

Emília Ferraz disse que chegou a se questionar se merecia receber a medalha Josué Filho.

“Eu cheguei a pensar porque se trata da maior honraria já prestada por essa casa. Uma homenagem a mim conferida. Mas, eu acredito muito em simbologia, eu creio no invisível e vejo sinais em tudo. Falando em simbologismo, eu fiquei muito honrada com a homenagem que a 18ª legislatura da CMM está me concedendo. E lembrei que o meu primeiro dia na polícia civil foi no 18º DIP. Eu creio que essa legislatura terá um grande futuro, porque sempre que pessoas de bem se unem em prol de um assunto, o assunto flui. Essa foi a primeira vez que entrei nessa casa do povo. Mas, gostaria de lembrar que polícia civil também é a casa do povo. Então, a palavra de hoje é gratidão, sou muito grata ao povo manauara”, disse a delegada.

Polícia Civil no Brasil

Criada no século XVII como polícia judiciária, a Polícia Civil tinha a funções de atuar nas vilas da Colônia, realizando diligências para a prisão de malfeitores. Os policiais eram acompanhados por um escrivão que lavrava o auto e apresentava ao magistrado. Mais tarde foi criada a posição de ministro criminal, com atribuições de juiz e policial, para manter a paz, procedendo devassas e determinando a prisão de criminosos.

Em 1808, no Rio de Janeiro, foi criada a Intendência Geral de Polícia da Corte e do Estado do Brasil e, no mesmo ano foi instituída a Secretaria de Polícia, embrião da atual Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, fixando a nova estrutura policial o exercício da polícia judiciária brasileira.

A partir da Proclamação da República em 1889 foi instalada a Polícia Civil nas demais estados da federação.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.