Quinta-feira, 24 de Setembro de 2020
INTERNACIONAL

Democratas indicam Biden a presidente prometendo acabar com 'caos Trump'

Democratas destacaram um punhado de republicanos que romperam as linhas partidárias para elogiar Biden em detrimento de Trump para a eleição de 3 de novembro



download_C46B8A62-DA89-426D-86B4-73C9D53FC632.jpg Foto: Reprodução Internet
19/08/2020 às 15:34

Os democratas dos Estados Unidos indicaram Joe Biden para presidente formalmente na terça-feira, prometendo que sua eleição consertará um país abalado pela pandemia e porá fim ao caos que definiu o governo do presidente republicano Donald Trump.

A segunda das quatro noites da convenção nacional, cujo tema é “Liderança Importa”, contou com estadistas veteranos, como os ex-presidentes Bill Clinton e Jimmy Carter, estrelas do Partido Democrata em ascensão e até republicanos proeminentes, todos argumentando que Biden devolverá a integridade à Casa Branca e a normalidade às vidas dos norte-americanos.



A esposa de Biden, Jill, que é educadora, fez o principal discurso em uma escola secundária de Delaware onde deu aulas, oferecendo um relato profundamente pessoal sobre como o amor do casal o ajudou a superar a morte de sua primeira esposa e filha pequena em um acidente de carro.

“Nunca imaginei que aos 26 anos de idade estaria me perguntando ‘como você conserta uma família destroçada?’” A resposta, continuou ela, é a mesma para uma nação destroçada: com amor e compreensão.

Durante a noite, líderes democratas contrastaram a longa experiência de Biden com o que descreveram com a incompetência mortal de Trump no tratamento do surto de coronavírus e sua disposição para corromper instituições democráticas.

“Em um momento com este, o Salão Oval deveria ser um centro de comando”, disse Clinton em um vídeo pré-gravado. “Em vez disso, é um centro de tempestade. Só existe caos. Só uma coisa nunca muda: sua determinação de negar responsabilidade e culpar outros.”

Em vídeos que exibiram a diversidade do partido, democratas explicaram por que estão apoiando Biden sem deixar de mostrar um pouco da ‘cor local’ de seus Estados.

Depois de ouvir uma mensagem de seu Estado natal de Delaware, Biden apareceu ao vivo ao lado de Jill para agradecer o partido por escolhê-lo mais de três décadas depois de sua primeira tentativa fracassada de chegar à Casa Branca.

Como na noite de abertura de segunda-feira, os democratas destacaram um punhado de republicanos que romperam as linhas partidárias para elogiar Biden em detrimento de Trump para a eleição de 3 de novembro.

Cindy McCain, viúva do senador republicano John McCain, falou em um vídeo sobre a amizade de longa data de seu marido com Biden, e o ex-secretário de Estado republicano Colin Powell, general de quatro estrelas aposentado que declarou apoio a Biden em junho, foi uma de várias ex-autoridades de segurança nacional que falaram a favor do democrata.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.