Publicidade
Cotidiano
Notícias

Depois de dez anos CMM chama sete concursados

Presidência da CMM cumpriu mandado de seguranã concedido pelo TJAM para os aprovados no concurso realizado em 2003 15/11/2013 às 08:30
Show 1
Candidatos aprovados no concurso de 2003 têm ido com frequência ao plenário da CMM para cobrar cumprimento da ordem do STF
Jornal A Crítica Manaus, AM

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) convocou mais sete candidatos aprovados no concurso de 2003 para tomarem posse. A decisão foi publicada no edital de convocação, divulgado na edição de terça-feira (12) do Diário Oficial Eletrônico da CMM.

A convocação cumpriu o mandado de segurança, que  beneficiou nove candidatos que deverão ser nomeados nos próximos dias, segundo informação da Diretoria de Comunicação da Casa. Já foram convocados três candidatos aprovados no mesmo concurso.

Os novos convocados são Ana Carmem Manthey, 4ª colocada para o cargo de agente administrativo; Ana Regina Vieira da Silva, 7ª colocada para o cargo de revisor; Marcos Alberto Vitor Evangelista, 25ª colocado para Assistente administrativo, atual técnico legislativo municipal e Ana Rita Cunha Lucas (3ª), Maria das Graças de Souza (4ª), Ruth Vieira da Silva (6ª) e Ieda Drumond de Lima (10ª), aprovados no concurso para o cargo de assistente administrativo, atual agente administrativo.

Eles deverão comparecer ao departamento de recursos humanos da CMM no prazo de cinco dias, a contar da publicação do edital para apresentar a documentação e tomar posse. Ricardo Jander Cardoso, que também integra a lista de beneficiados com a decisão judicial já foi chamado na convocação realizada e julho deste ano.

No dia 7 de outubro, uma carta assinada por 40 vereadores foi entregue ao presidente da Casa, vereador Bosco Saraiva (PSDB), pedindo para ele nomear oito dos 93 concursados aprovados que receberam na quarta-feira pela decisão favorável do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM). O Supremo Tribunal Federal já havia determinado a nomeação dos concursados.

Na quarta-feira (13), a CMM deliberou o Projeto de Lei 491/2013, de autoria da Mesa Diretora, para a criação do cargo de inspetor de segurança na Câmara Municipal de Manaus (CMM), com objetivo de dar posse ao candidato Pedro Fernandes Jatahy Júnior, também beneficiado com a decisão da justiça que convocou os demais concursados já convocados a tomar posse na CMM.

Em sua decisão, o TJ-AM também determinou que os cargos extintos fossem recriados para não prejudicar os concursados.

Câmara extinguiu 93 cargos do concurso

O concurso público realizado pela CMM em 2003 recebeu 37 mil inscrições. Das 191 vagas oferecidas, 116 candidatos foram nomeados, 52 exonerados, ou que deixaram de assumir e outros 93 remanescentes tiveram os cargos extintos por meio da Lei nº 213 de 27/04/2009, o que provocou a suspensão da convocação dos aprovados na época.

Publicidade
Publicidade