Domingo, 13 de Outubro de 2019
Notícias

Deputados brigam pelo comando da Comissão de Segurança Pública da ALE-AM

Deputados Cabo Maciel e Platiny Soares disputaram de forma acalorada o comando da Comissão, responsável por receber demandas dessa área



1.gif Cabo Maciel (à esquerda) foi reconduzido à presidência da comissão, mas não evitou que Platiny assumisse a vice-presidência. Apesar dos embates, Platiny Soares declarou que pretende ter uma “boa relação” com Cabo Maciel
03/02/2015 às 11:28

Os deputados Cabo Maciel (PR) e Platiny Soares (PV) brigaram, ontem, pelo comando da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM). A comissão é responsável por receber demandas dessa área. E tanto Maciel quanto Platiny fazem do tema a sua principal bandeira dentro do parlamento.

Até o ano passado, o deputado Cabo Maciel concentrava em sua figura a representatividade da Comissão, e agora terá que aprender a conviver com a sombra do deputado de primeiro mandato, Platiny Soares.

De acordo com parlamentares presentes na reunião que definiu com quem ficaria a presidência, o deputado Cabo Maciel conseguiu o apoio da maioria dos deputados para continuar a presidir a Comissão de Segurança Pública por mais dois anos. Mas mesmo conquistando a recondução para a função, tentou de todas as formas colocar qualquer outro deputado como vice-presidente da Comissão de Segurança, menos Platiny.

Após algumas horas de discussão, Platiny, que em menos de um ano migrou de líder de movimento grevista dos policias militares, que exigiu mudanças na estrutura da Polícia Militar a deputado estadual mais jovem eleito na história no parlamento do Amazonas – com 22 anos – conseguiu conquistar o posto de vice-presidente da Comissão de Segurança.

“O (Cabo) Maciel chegou a sugerir que o deputado Ricardo Nicolau assumisse o cargo de vice-presidente da Comissão (de Segurança Pública), sendo que ele não tem nenhuma afinidade com o tema. E eu preciso suprir as expectativas que me foram colocadas por meus eleitores. E vou procurar, na vice-presidência da Comissão, fazer o trabalho mais positivo possível”, disse o deputado.

Apesar dos embates, em entrevista ao A CRÍTICA, Platiny declarou que pretende ter uma “boa relação” com Maciel. “Nós tivemos uma certa oposição de ideias dentro da Polícia Militar durante um bom tempo. Hoje entrei no parlamento me opondo a ele em muitos pontos, mas mesmo nos pontos que nós nos opomos ele vê uma melhoria para a instituição e eu também vejo uma melhoria para a PM, mas de uma forma um pouco diferente. Eu preciso dele para alcançar meus objetivos, enquanto lutas de classes, e ele precisa de mim, também, para alcançar os dele. E independente de questões pessoais, hoje, nós temos que manter o foco”, defendeu.

A reportagem tentou entrar em contato com o deputado Cabo Maciel pelo telefone 991xxxx83, mas até o fechamento desta edição não foi atendida.

Segurança é prioridade

O tema segurança pública é tratado como uma das principais prioridades do governador reeleito, José Melo (Pros). Um sinal da preocupação de Melo com a área é de que as primeiras mudanças realizadas dentro da reestruturação administrativa que está sendo feita por ele foi à nomeação da nova cúpula da segurança pública no Estado.

O governador nomeou no mês de janeiro o novo comandante da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel PM Gilberto de Andrade Gouvêa, e os novos titulares da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), Sérgio Fontes, e da Delegacia Geral da Polícia Civil, Orlando Amaral.

A área deve passar, ainda, por mudanças na parte conceitual, segundo o governador José Melo, para fortalecer o combate ao tráfico de drogas, reestruturar e ampliar o Ronda no Bairro e implantar o programa “Todos Pela Vida”.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.