Quinta-feira, 04 de Março de 2021
Tratamento precoce

Deputados debatem sobre efetividade de 'tratamento precoce' contra a Covid no AM

Tema surgiu durante discussão sobre o que fazer com o dinheiro que "sobrou" de anos passados nos cofres da Assembleia



sessao_ale_EA4A46FA-7811-4851-B080-5D0BB375ABFC.jpg Foto: Danilo Mello/Aleam
19/01/2021 às 13:04

O tratamento precoce de pacientes da Covid-19 foi debatido ontem na Assembleia Legislativa. Em lado opostos, os deputados Saullo Vianna (PTB) e Serafim Corrêa (PSB) chegaram a ter um embate durante a sessão plenária extraordinária.

Eles estavam debatendo o uso das sobras de recursos do caixa do Legislativa, aproximadamente R$ 20 milhões. Vianna sugeriu que o recurso poderia ser usado para compra de ivermectina e azitromicina.



Serafim Corrêa interrompeu o colega e lembrou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que os medicamentos não têm eficácia contra a doença causada pelo novo coronavírus.

“Isso daí é enganar o povo. Quem disse isso foi a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no domingo, por meio de votos muito contundentes. Não vamos caminhar por aí. Se comprarem esses remédios, estarão prestando um desserviço à população”, criticou o deputado do PSB.

Vianna então esclareceu que não sugeriu a compra de medicamentos do suposto tratamento precoce, mas sim remédios usados no tratamento da Covid-19 “como corticóide, azitromicina e a prednisona”.

Além do pocisionamento da Anvisa, a Organização Mundial de Saúde alerta que a ivermectina não deve ser usada  "para quaisquer outros propósitos diferentes daqueles para os quais seu uso está devidamente autorizado".

Apesar disso, o uso do produto que é para matar vermes e piolhos tem se popularizado, no Brasil, durante a pandemia.

Rio Preto da Eva

Nas redes sociais, o prefeito Anderson Souza de Rio Preto da Eva (Progressistas) anunciou  que no dia 21 será distribuído ivermectina na prevenção ao coronavírus no município.

“Dia 21 de janeiro de 2021, todas as Unidades Básicas de Saúde do município estarão fazendo a distribuição da ivermectina. Ao chegar na unidade você será pesado e receberá a primeira dose do remédio. Fiquem atentos as observações, datas, grupos e horários. Não esqueça de levar o seu cartão do SUS”, postou.

Na live, o prefeito assegura que há estudos que apontam a eficácia do medicamento no tratamento do vírus. “Toda a população poderá tomar duas doses da medicação. Vamos nos imunizar”.

O prefeito afirmou também que dia 21 será a primeira dose do remédio. Após 15 dias, o cidadão deve voltar a unidade de saúde para tomar a segunda dose e ser “imunizado” contra a Covid-19. Ele chegou a ameaçar a usar a polícia militar, caso o paciente não volte para tomar a segunda dose.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.