Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
1.gif
publicidade
publicidade

Notícias

Deputados estaduais faltam 85 vezes em dois meses

Entre as tarefas que caracterizam a atividade de um parlamentar na ALE-AM está a participação de 12 sessões por mês


08/04/2015 às 21:47

Em 26 sessões ordinárias, referentes aos meses de fevereiro e março deste ano, os deputados da nova legislatura da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) acumularam 85 faltas.

Quase todas as faltas – 56 - foram justificadas e não acarretaram descontos na folha de pagamento dos deputados, que recebem R$ 25,3 mil mensais de salário. Por este salário, os 24 deputados devem participar de três sessões ordinárias por semana, uma média de 12 ao mês.

O prejuízo pelas faltas pode chegar a R$ 610.625,12 mil, considerando o valor do desconto por ausência não justificada à Mesa Diretora, que de acordo com o portal da transparência em “tabela de vencimentos” é de R$ 1.336,16 mil.

Mais faltosos

Encabeçam os dez primeiros lugares no ranking dos mais faltosos os deputados Sinésio Campos (PT), com 9 faltas; Francisco Souza (PSC),  com 8 faltas; Cabo Maciel (PR), com 7 faltas; Dermilson Chagas (PDT), com 7 faltas; Platiny Soares (PV), com 6 faltas; Belarmino Lins, com 5 faltas; Wanderley Dallas (PMDB), com 5 faltas; Augusto Ferraz (DEM), com 4 faltas; Orlando Cidade (PTN), com 4 faltas.

Liderando o ranking de deputados que mais faltaram, Sinésio justificou apenas três das nove faltas. Das justificadas, nas dos dias 6 de fevereiro e 3 de março, o parlamentar informou que estava “em Atividade Externa Pela Comissão de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás e Energia” da Casa. No dia 24 de março, o deputado também esteve ausente e alegou que participou de uma audiência pública no município de Autazes (a 118 quilômetros de Manaus).

“Das faltas que estão sem justificativa (ausente) é porque eu estava em compromissos pessoais, e não acho correto apresentar argumento. As outras três justificativas apresentadas, eu realmente estava em agenda parlamentar”, disse o petista.

No quinto mandato como deputado estadual, Francisco Souza (PSC), deixou de ir a oito sessões ordinárias em dois meses de mandato. No total, o parlamentar foi, no período, quatro vezes a Brasília, uma ao Rio Grande do Sul (RS) e uma ao município de Presidente Figueiredo.

O deputado Cabo Maciel registrou sete faltas em dois meses, desde total, cinco foram por “licença médica”. Outra falta, no dia 24 de fevereiro, foi justificada por viagem ao interior do Estado. Maciel também esteve “ausente” durante a leitura da mensagem governamental no dia 3 de fevereiro.

publicidade

Dos 24 deputados da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), sete registraram uma falta, cada. São eles: Bi Garcia (PSDB), Carlos Alberto (PRB), David Almeida (PSD), José Ricardo (PT), Luiz Castro (PPS), Sabá Reis (PR) e Sidney Leite (Pros). Este último, hoje, não ocupa mais cadeira no parlamento estadual. Sidney chefia agora a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror). A informações sobre a frequência dos deputados estão no site da ALE-AM.

Viagens

O deputado Ricardo Nicolau (PSD), nos meses de fevereiro e março, somou quatro faltas. Sendo três delas sob a justificativa “fora do estado” e uma simplesmente ausente.

Empatado com Nicolau vem o deputado Serafim Correa (PSB) também com quatro faltas, sendo uma ausência, uma reunião de seu partido, PSB, e duas viagens a Brasília. Vicente Lopes (PMDB) também teve quatro faltas, sendo duas delas “por motivo de doença”, uma como “viagem” e outra apenas “ausente”.

A deputada de primeiro mandato Alessandra Campêlo (PCdoB) teve três faltas neste período. Sendo uma no dia 3 de fevereiro, outra no dia 26 de fevereiro, onde esteve em Brasília para a reunião da Procuradoria Especial da Mulher no Senado, e outra no lançamento do Plano Municipal de Inclusão Produtiva de Maués.

Os deputados Bosco Saraiva (PSDB), vice-líder do governo, e Josué Neto (PSD), presidente da ALE-AM, tiveram, cada, três faltas. Bosco também esteve ausente no dia 3 de fevereiro, as outras duas faltas são referentes a uma viagem a Brasília e outra para o interior do estado. O deputado Abdala Fraxe (PTN) obteve duas faltas, segundo o portal da ALE-AM.

"Faz parte"

O deputado Francisco Souza (PSC) deixou de ir a oito sessões plenárias. Somente a Brasília o deputado fez quatro viagens. A primeira delas foi para a II reunião da União Nacional dos Legislativos e Legisladores Estaduais (Unale) no dia 24 de fevereiro. Dois dias depois – 26 de fevereiro – o parlamentar voltou a Brasília para reunião com a executiva nacional do PSC.

Na terceira viagem a Brasília, no dia 11 de março, o deputado compareceu à reunião da executiva nacional da Associação dos Parlamentares Evangélicos do Brasil (Apeb). 

A última viagem de Souza à capital do País, em dois meses de atividade, foi para o 2° Seminário de Assuntos Parlamentares. Em nota, a assessoria de Francisco Souza informou que as viagens fazem parte da atividade parlamentar.

publicidade
publicidade
Alunos de escola municipal no bairro São Francisco ainda não iniciaram ano letivo
Setrab oferta 30 vagas de emprego nesta quarta-feira (24)
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.