Publicidade
Cotidiano
Notícias

Desarticulada quadrilha de clonagem de veículos em Manaus

'Batman' e 'Menino Maluquinho' faziam parte do esquema de adulteração chassis, placas, vidros e até mesmo documento de veículos automotores em Manaus. Eles tinham como principais clientes membros das duas principais facções criminosas do Amazonas: FDN e PCC 12/09/2014 às 18:57
Show 1
Batman e Menino Maluquinho comandavam um grande esquema de adulteração de placas, chassis e documentação de veículos em Manaus
Bruno Strahm* Manaus (AM)

Uma quadrilha acusada de participação em um esquema de clonagem de veículos em Manaus foi desarticulada pela polícia civil. Janderson da Costa Menezes, de 19, vulgarmente conhecido como ‘Menino Maluquinho’ e Jackson Norberto de Souza Silva, de 37, conhecido como ‘Batman’, foram apresentados junto com mais outros três indivíduos da Delegacia Especializada em Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Também foram apresentados Wellington Lages ferreira, de 23 anos e Genival Torres da Silva, 35 anos, acusados de participar do mesquema.


De acordo com o delegado titular da DRCO, Mário Junior, mais de cem veículos foram adulterados pela quadrilha. Grande parte deles foram encomendas das facções criminosas que comandam o tráfico der drogas no estado - FDN e PCC - e outra parte foi adulterada para ser trocada por drogas na fronteira do Amazonas com o Peru e Colômbia.


Batman faturava R$ 1 mil por motocicleta adulterada e o Menino Maluquinho R$ 2 mil por cada veículo clonado.

Prisões

Segundo informações da própria polícia civil, Batman foi preso em cumprimento de um mandado judicial na tarde de quinta-feira (11) no bairro Santo Agostinho, na Zona Oeste. Ele já vinha sendo investigado há dois meses pela polícia civil.

Ao ser abordado na rua Cirilo Neves, ele levou os investigadores até sua casa, na rua Curió, do loteamento Fazendinha, na Cidade Nova. No local, os policiais encontraram farto material de adulteração de motos, um caderno de contabilidade de clientes, CPU, notebooks e um set completo de discotecagem digital.


Ele explicou aos policiais que quando não está clonando motos, ele anima festas e eventos se apresentando como ‘DJ Batman’. Aos 37 anos, Batman possui extensa ficha criminal, possuindo 19 passagens pela polícia. Ele já respondeu pelos crimes de: furto, roubo (oito passagens), estelionato, receptação, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Já na tarde desta sexta-feira (12), o Menino Maluquinho foi preso pela polícia na rua F, do bairro Armando Mendes, onde morava. Em sua casa foi apreendido material para clonagem de carros, celulares, chaves de veículos e um catálogo para adulterar chassis e placas que somente concessionárias de veículos e o Detran possuem. Este catálogo custa em média R$ 7 mil.


Menino Maluquinho possui três passagens pela polícia, uma em 2013 e duas já em 2014, por receptação de material roubado, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

Ainda foram presos Wellington Lages ferreira, de 23 anos, acusado de levar carros roubados até uma oficina no Jorge Teixeira 4, na Zona Norte, para serem adulterados, e o dono da oficina, Genival Torres da Silva, 35 anos. Ele nega a participação no crime e diz não saber que os veículos eram roubados.

*Com informações do repórter Jhonny Lima


Publicidade
Publicidade