Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Notícias

Desembargadora permite que vereador cassado retorne à Câmara de Manacapuru

O vereador Beto D´Angelo é acusado de apresentar contrato fictício com assinatura falsa de doador de campanha



1.gif Beto D’Angelo obteve 1.901 votos nas eleições de 2012
10/05/2013 às 12:08

A desembargadora Socorro Guedes determinou, nesta quinta-feira (09), que Beto D´Angelo (PV) retome o mandato na Câmara de Vereadores de Manacapuru. Vereador mais votado nas eleições de 2012, o parlamentar foi cassado, na segunda-feira, por irregularidades na prestação de contas de campanha.

A decisão da Justiça Eleitoral em Manacapuru foi motivada por uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) movida pelo Ministério Público Eleitoral. O vereador é acusado de apresentar contrato fictício com assinatura falsa de doador de campanha.

Nesta quinta-feira, ao analisar recurso da defesa do parlamentar, no plantão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Socorro Guedes suspendeu os efeitos da sentença do juiz Cid da Veiga Soares Júnior, da 6ª Zona Eleitoral de Manacapuru.

Segundo o MPE, Beto D´Angelo contratou um veículo para trabalhar na campanha dele de uma pessoa identificada como Silas Carneiro, e pôs no contrato o nome de Clilson Castro Viana. O valor do serviço foi R$ 3 mil.

No julgamento da denúncia, o juiz Cid da Veiga Soares considerou procedente a ação do MPE e determinou que a presidência da Câmara de Vereadores de Manacapuru promovesse a posse do primeiro suplente da coligação que elegeu Beto: João Alves, conhecido como Joãozinho (PV).

Na quarta-feira, a decisão do juiz da 6ª Zona Eleitoral chegou a ser lida no plenário da Câmara de Manacapuru, e Beto D´Angelo desocupou o gabinete que ocupava na Casa. Por telefone, Beto disse, ontem, que não cometeu nenhuma irregularidade. O parlamentar foi eleito com 1.901 votos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.