Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
VELOCIDADE

Para todos os bolsos: conheça alguns dos destaques do Salão Duas Rodas 2017

Foram exibidas no evento as renovadas Honda Biz e Yamaha Fazer, além da moto de R$ 490 mil da BMW



biz.JPG Foto: Reprodução/Internet
19/11/2017 às 18:48

O Salão Duas Rodas abriu as portas na última semana em São Paulo para mostrar as maiores novidades das principais montadoras e marcas relacionadas a motocicletas. Foram mais de 500 modelos em exposição, e atrações radicais como o Wall of Challenge, em que pilotos aceleram em um ângulo de 90 graus em um espaço de nove metros de diâmetro, e simuladores de pilotagem. Entre os destaques estão as renovadas Honda Biz e Yamaha Fazer, além da moto de R$ 490 mil da BMW.

A Honda ofereceu atrações para toda a família e apresentou ao público grandes lançamentos, de diversas categorias, como a linha 2018 da Honda Biz, que acaba de completar 20 anos no mercado brasileiro, a GL 1800 GoldWing, a CBR 1000RR Fireblade e a Honda X-ADV. Dos modelos anunciados, serão produzidos no Polo Industrial de Manaus: a nova Biz 2018, a PCX Sport e a SH 150i DLX.



Biz 2018

O visual e estilo que conquistaram milhares de brasileiros chegam renovados com traços mais retos e vincos mais marcantes. O modelo passa a contar com novos itens como painel digital do tipo blackout, tomada 12 volts que pode ser utilizada com adaptador para carga de celular, abertura do porta objetos integrada a chave no miolo de ignição, além da tecnologia de freios CBS.

A nova BIZ 125 2018 chega ao mercado em quatro cores perolizadas: laranja, branco, vermelho e preto. Já a Biz 110 estará disponível nas cores vermelho e preto.

A Honda da Amazônia registrou 52.750 unidades vendidas no último mês de outubro, apontando uma pequena queda emrelação a setembro, quando atingiu 53.837 unidades comercializadas. Com os novos modelos apresentados, o diretor comercial da Moto Honda, Alexandre Cury, conta que a montadora estima crescer 5% em 2018.

“No momento, o cenário apresenta uma perspectiva mais otimista, com uma oferta um pouco maior de crédito, aumento da confiança do consumidor, porém a redução no desemprego ainda é pequena. Ainda é necessária certa cautela visto que há desafios a serem superados no País. Nossa previsão é obtermos crescimento em torno de 5% em 2018 em relação a este ano, de forma geral, com os todos os modelos de nosso line up”, conta.

Yamaha

O maior e mais importante lançamento da Yamaha Brasil é a  Yamaha Fazer 250 ABS, que chega para revolucionar o segmento das motos naked na faixa de 250 cc. Com preço de R$ 14.990 e garantia de fábrica de 4 anos. Outras novidades também é a XTZ 150 Crosser Z e a nova YZ450F 2018.

“Enquanto nosso mercado teve uma queda de 8% de janeiro a outubro, nós tivemos um crescimento de 6,8%. A nossa produção também cresceu, em relação ao mesmo período do ano passado com 32% a mais”, revela o assessor de imprensa da Yamaha, Laner Azevedo.

Dois modelos serão produzidos no PIM: a Yamaha Fazer e A XTZ 150 Crosser Z. “Com a Crosser Z estimamos crescer 25% do segmento, hoje temos 18%”.

No dia 10 novembro a montadora completou 47 anos no Brasil. A Marca chegou em 1970, quatro anos depois inaugurou a fábrica em Guarulhos e  em 1985 passou a fabricar em Manaus. Sua primeiro moto  produzida no PIM foi Dt 180.

Moto de R$ 490 mil

A BMW mostrou no Salão Duas Rodas 2017 a HP4 Race, moto desenvolvida para rodar nas pistas, que custará nada menos do que R$ 490 mil no Brasil. Feita especialmente para as pistas, a esportiva terá apenas 750 unidades produzidas no mundo, e 5 delas no Brasil, em um processo artesanal de montagem.

Apesar de ter sua origem na moto de rua S 1000 RR, a HP4 Race teve muitas alterações, inclusive, adotou chassi de fibra de carbono que pesa apenas 7,8 kg.

Todo o seu conjunto tem apenas 171 kg, em ordem de marcha, e até as rodas são de fibra de carbono, o que possibilita uma redução de peso de 30% em comparação a rodas forjadas em liga-leve e com 215 cavalos de potência.


Mais de Acritica.com

18 Nov
bradesco_C22DD61C-FE71-4FDD-BB1B-A5B7C048EF01.JPG

TRT11 celebra acordo de R$ 1,1 milhão entre Bradesco e ex-funcionária

18/11/2019 às 11:20

A bancária ingressou com reclamação trabalhista contra o HSBC e o Bradesco em novembro de 2016, pretendendo receber o pagamento de diferenças salariais, horas extras, tempo a disposição da instituição financeira durante as viagens, além indenização pelos danos morais sofridos no ambiente de trabalho


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.