Publicidade
Cotidiano
Notícias

Detento apontado por assassinar colega de cela confessa crime e diz que matou devido rixa

Cumprindo pena na delegacia de Iranduba, os dois detentos já tinham um desentendimento. Segundo a polícia, a vítima já teria matado um amigo do assassino, tempos atrás 14/02/2016 às 13:59
Show 1
Mavel Brendo dos Santos Moura, 19, irá responder pelo crime de homicídio
Fábio Oliveira Manaus

O detento Mavel Brendo dos Santos Moura, 19, irá responder pelo homicídio do rival Fábio Júnior de Brito Gomes, de 24 anos, morto na tarde de sábado dentro da cela do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), em Iranduba, interior do Amazonas.

As informações são do delegado Paulo Mavignier, titular da unidade policial. De acordo com ele, os dois eram rivais e estavam cumprindo pena por roubo. Mavel confessou em depoimento a autoria do crime e revelou que matou Fábio por conta de uma rixa.

Segundo Mavignier, os dois já tinham um desentendimento antes de serem presos. Mavel relatou em depoimento que Fábio matou um amigo dele, de nome não revelado, e que também já teria tentado matá-lo em outra ocasião.

Por conta dessa rixa, por volta das 13h de sábado Mavel se armou com um estoque e desferiu mais de 15 facadas em Fábio, que morreu na hora. De acordo com o delegado, Mavel só avisou que Fábio havia sido morto duas horas depois. “O crime foi por volta das 13h, mas os detentos só acionaram a permanência às 15h”, disse o delegado.

Mavignier relatou que Mavel responde pelos crimes de roubo e furto. Ele havia sido preso em 4 de janeiro deste ano por assalto junto com uma mulher em um posto de combustível na rodovia Manoel Urbano.

Ele havia saído do local com R$ 300 reais em espécie e preso pela equipe Águia, do 31º DIP. Já a vítima Fábio Júnior também respondia pelos crimes de roubo e furto. Segundo o delegado, Mavel relatou que havia sido ameaçado dentro da cela e que por isso resolveu matá-lo. Agora, além dos crimes de roubos e furtos que ele já responde na justiça, terá que responder também por homicídio.

Publicidade
Publicidade