Publicidade
Cotidiano
AMPLIAÇÃO

Diretor do Cetam quer chamar concursados e fazer cursos voltados para o Distrito

José Augusto de Melo Neto, que saiu da Seduc para o Cetam, disse que cursos em áreas como automação industrial e robótica estão nos planos 11/12/2017 às 15:36 - Atualizado em 11/12/2017 às 15:37
Show cet
(Foto: Ribamar Xavier / Cetam)
acritica.com Manaus

Empossado como novo diretor-presidente do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) nesta segunda-feira, o professor José Augusto de Melo Neto colocou como meta a ampliação de cursos profissionalizantes voltados para atender o Distrito Industrial. Ele também afirmou que pretende chamar os concursados aprovados no concurso de 2014 do órgão.

Durante seu discurso de posse, o novo diretor afirmou que novos cursos devem ser ofertados em 2018. “A ideia é ampliar o atendimento da educação profissional, alinhado às metas que já existem. Se nós temos uma meta para sete ou oito anos, nós vamos antecipar isso. Não há muito tempo, por isso precisamos da colaboração de todos”, disse.

José Augusto afirmou que o eixo tecnológico receberá atenção especial durante sua gestão. “A questão tecnológica terá outro patamar. Precisamos pensar no fortalecimento da Educação à Distância, no Cetam Digital, ampliando essas ações”, afirmou.

Segundo o gestor, a meta é cumprir o plano do governo Amazonino Mendes, no que tange à formação profissional. “Precisamos nos aproximar do Polo Industrial de Manaus e pensar em cursos que contemplem a automação industrial, robótica, a biotecnologia. Vamos estreitar a relação do currículo profissional e o mercado de trabalho, porque essa é a meta do governo”, destacou.

O novo diretor informou, também, que dentro de seu plano de trabalho está o aumento da oferta de cursos para pessoas com deficiência, chamamento dos aprovados no Concurso 2014 e prioridade para o interior.  “Vamos cumprir com o que foi colocado no plano de governo, aproveitando o que o Cetam já faz para ampliar essa oferta. Penso que serão conquistas que irão refletir na renda e oportunidades para nossos alunos”, finalizou.

Publicidade
Publicidade