Sábado, 17 de Agosto de 2019
Notícias

Dirigentes são homenageados por suas atuações empresariais

Grupo de Líderes Empresariais reconhece ação de empresários que são referência nos mercados em que operam



1.jpg Autoridades políticas participam da entrega das dez categorias do prêmio, que aconteceu no Hotel Transamérica
05/05/2013 às 16:16

Mais de 300 empresários e políticos brasileiros desembarcaram na Ilha de Comandatuba (Bahia) na última semana, entre os dias 27 e 30 de abril, para participar da 12ª edição do Fórum de Comandatuba, promovido anualmente pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide) e considerado o maior encontro empresarial do Brasil. Durante o evento, o Lide realizou a entrega do “Prêmio Lide 2013” para os dirigentes que mais contribuem com ações importantes para o desenvolvimento País, na avaliação da entidade.

Os nomes dos escolhidos por votação do Comitê Executivo do Lide receberam o prêmio no dia 28, em uma das dez categorias da premiação.

Os premiados foram: André Esteves, presidente do banco BTG Pactual (Dirigente Empresarial do Ano); Edson de Godoy Bueno, presidente do Conselho da Amilpar (Empreendedor); João Castro Neves, presidente da Ambev (Líder da Indústria); Marcial Portela, presidente do banco Santander (Líder de Responsabilidade Social); Carlos Fadigas, presidente da Braskem (Líder da Sustentabilidade); Antônio Carlos Valente, presidente da Telefônica|Vivo (Líder de Inovação); José Seripieri Junior, presidente da Qualicorp (Líder do Setor de Serviços); e Marcos Quintela, presidente da Y&R (Líder da Comunicação).

O Lide também entregou o prêmio para o empresário Alair Martins, fundador do grupo Martins, na categoria “Homenagem Especial do Ano”. A cerimônia contou com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer.

Escolhido para falar em nome dos premiados, o presidente do bando BTG Pactual, André Esteves, ressaltou os indicadores positivos da economia brasileira, deixando de lado temas amargos como inflação fora da meta e alta da taxa Selic. Segundo Esteves, “é preciso olhar o lado cheio do copo”. “A dívida pública é de 35% do PIB e é a menor entre os países do G-20. O Brasil melhorou e muito se superou”, disse o dirigente.

Números positivos
Em seu discurso na entrega do Prêmio Lide, o banqueiro bilionário André Esteves - que raramente se expõe diante de um público tão grande de pessoas - destacou que o Brasil é o maior exportador de soja, de etanol e de suco de laranja. O empresário disse ainda que o País possui a melhor matriz energética, com 90% de energia renovável e tem uma economia estabilizada.

Seminário debate Copa
Outro momento importante na programação do Fórum de Comandatuba foi o Seminário Lide, que debateu o tema “Brasil: Preparado para a Copa e Olimpíadas?”. Além de empresários, um grupo de governadores, prefeitos, parlamentares do Congresso Nacional e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, participaram da discussão, que contou com moderação do presidente mundial do Lide, João Doria Jr.

No seminário, a inquietação dos empresários com a infraestrutura aeroportuária não recebeu uma resposta clara e objetiva do ministro. “A situação da infraestrutura aeroportuária está plenamente administrada. Temos capacidade para receber os eventos de 2014 e 2016. Então o problema não é a infraestrutura, mas a operação aeroportuária, ou seja, o tempo que se perde com conexão de voos e toda a logística”, disse Aldo.

Entrevista: João Doria Jr.

Em 2003, o jornalista e empresário João Doria Jr. criou o Lide com o objetivo de aproximar executivos de diversos segmentos e criar maior interação do empresariado com políticos dos Poderes Executivo e Legislativo. Além de debaterem temas relevantes para o desenvolvimento do País, os membros do Lide fazem novos amigos e fecham parcerias comerciais entre eles. Atualmente com mais de 1.500 empresas participantes, a entidade fundada por João Doria Jr. já representa 51% do PIB privado do Brasil e realiza, a cada ano, 164 eventos.

Na entrevista a seguir, o presidente do Grupo Doria explica como funciona o Lide e os avanços obtidos pela entidade nos últimos dez anos. Confira.

Quais são as vantagens para o empresário que tem uma rede de contatos como essa?

É uma grande vantagem poder se relacionar diretamente com as pessoas com as quais você deseja fazer algum tipo de entendimento. Essa é uma característica bem brasileira até. Os anglo-saxões, ingleses, norte-americanos e canadenses não têm esse hábito. As relações são mais frias, enquanto no Brasil as relações são mais aquecidas, as pessoas gostam disso. A vantagem do Lide é que ele integra e aproxima as pessoas. Você consegue criar oportunidades de negócios fazendo amigos.

Em dez anos, a mentalidade do empresariado melhorou quanto à importância desse tipo de encontro?

Sim. O próprio Lide, inclusive, aumentou muito a sua participação em número de membros. O Lide começou com 102 empresas e hoje somos mais de 1.500. O Lide cresceu e as oportunidades também.

Como é sua participação na organização dos eventos?

Sou muito ativo e gosto de estar envolvido com os eventos do Lide. Temos 164 eventos que são realizados anualmente no Brasil e no exterior. É um volume grande. Eu gosto de atuar no planejamento porque me dá o pulso do que está acontecendo e também porque sou apaixonado por aquilo que faço.

Existe um código de ética ou de posturas para participar dos eventos?

Existem códigos que o Lide procura recomendar. Um deles é não fornecer as listagens (com os contatos) dos participantes para terceiros, porque isso é algo reservado, feito para quem está participando do evento. A gente também recomenda que o participante responda um email ou devolva uma ligação para outro membro em até 72 horas. Acreditamos que no máximo em três dias a pessoa é perfeitamente capaz de responder alguma solicitação. Por outro lado, não é recomendável pedir algo que não seja interessante a algum membro. Spams são absolutamente proibidos.

Como você reage a imprevistos que acontecem durante um evento?

Tem que fazer jogo rápido, essa é a forma. Não tem outro jeito senão superar rapidamente a deficiência e encontrar uma alternativa muito rápido. E ter capacidade de superar adversidades e até de improvisar também.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.