Terça-feira, 21 de Maio de 2019
Notícias

Divulgado calendário escolar da rede estadual do AM

O documento, aprovado e respaldado pelo Conselho Estadual de Educação, subsidiará todo o planejamento educacional da rede pública estadual do Amazonas.



1.jpg
Calendário escolar é divulgado
21/01/2013 às 13:41

O ano letivo da rede pública estadual de educação do Amazonas inicia no próximo dia 4 de fevereiro e conforme rege a legislação federal será desenvolvido em 200 dias letivos, encerrando no dia 16 de dezembro para os estudantes que concluírem as séries que cursaram sem a necessidade de recuperação. Estas e outras informações constam no calendário escolar do ano de 2013, divulgado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

No documento aprovado pelo Conselho Estadual de Educação, estarão ancoradas as atividades letivas e extra-curriculares que serão desenvolvidas pelas mais de 530 escolas da Seduc no ano vigente.

Conforme o calendário, os 200 letivos estabelecidos atentam para as 800h de aulas anuais exigidas pelo Ministério da Educação (MEC) para a conclusão de cada uma das séries da Educação Básica. Os dias de aulas, estabelecidos no calendário, respeitam a lógica do calendário civil e o documento também inclui o período de férias e datas específicas para planejamento, reuniões escolares pedagógicas, formação continuada para professores, recuperação e conselho de classe.

“É importante que os pais tomem conhecimento das informações contidas no calendário, como as datas de início e encerramento de cada bimestre, para que possam acompanhar com critério o desenvolvimento de seus filhos na trajetória escolar”, disse o secretário de Estado de Educação, Rossieli Soares da Silva.

Procedimentos

Segundo a Seduc, a elaboração do calendário escolar é feita por uma comissão formada por técnicos educacionais, gestores escolares e representantes do Conselho Estadual de Educação. Primeiramente são apresentadas duas propostas de calendário que são votadas pelas escolas e, em seguida, a proposta vencedora é encaminhada ao Conselho que analisa, faz sugestões, se houver necessidade o altera e, por fim, aprova o documento.

Após a aprovação o calendário é impresso e distribuído para as escolas, Secretarias de Estado e universidades, para que estes órgãos, cientes da programação escolar do Amazonas, possam planejar com eficácia suas ações.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.