Domingo, 18 de Agosto de 2019
Notícias

Dois fugitivos do Compaj são recapturados

Eles enstavam entre o bando que trocou tiros com policiais militares ao tentarem fugir destes na última quarta-feira (8).



1.jpg Dupla estava entre os 42 detentos fugitivos do Compaj há dois meses
09/05/2013 às 17:32

Os fugitivos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) Ivan Laborda da Silva e Daniel dos Santos Brandão estão entre os três homens que foram presos na tarde da última quarta-feira (8), por policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na Zona Norte de Manaus. Apesar de apresentarem nomes falsos, a dupla foi reconhecida por agentes da Força-Tarefa como integrantes do grupo de 42 presidiários que fugiu há dois meses do Compaj.

Com a prisão de Ivan e Daniel, agora já são 26 os recapturados, disse ontem o coordenador da Força-Tarefa, delegado Oscar Cardoso. “Todas as equipes das polícias Civil e Militar têm as informações e as fotografias dos foragidos dos presídios do Estado. Praticamente todos os dias prendemos um fugitivo”, afirmou.

A prisão

A dupla foi abordada por uma guarnição de soldados motociclistas da 26ª Cicom trafegando pelo bairro de Santa Etelvina no veículo Corolla preta, JXY 4524, com mais dois suspeitos, Eduardo Abreu da Silva e Aparício Judes Vieira da Costa. Ao ser abordada, a quadrilha arrancou com o veículo e durante a fuga atentou contra a vida de um dos policiais, jogando o automóvel contra sua motocicleta. O policial teve pequenas escoriações.

Alguns metros à frente, os suspeitos desceram do veículo e tentaram fugir à pé, disparando tiros contra os policiais. Três deles foram alcançados. Ao serem apresentados ao delegado do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Ivan e Daniel se apresentaram com nomes falsos, mas foram reconhecidos por policiais da Força-Tarefa como foragidos do Compaj.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.