Publicidade
Cotidiano
Notícias

Dois homens são executados na frente de familiares no município de Iranduba (AM)

Segundo esposa de uma das vítimas, os dois foram confundidos com traficantes e assassinados por engano. Adilson Xavier jogava video-game no momento do crime e Luciano Pinto estava chegando da taberna com o filho de dois anos 31/03/2015 às 11:31
Show 1
Luciano Pinto, uma das vítimas
Fábio Oliveira Cacau Pirêra (AM)

Duas pessoas foram executadas a tiros na noite desta segunda-feira (30), no município de Cacau Pirêra, interior do Amazonas.

As vítimas Luciano Pinto dos Santos, 34, e Adilson Xavier Soares Júnior, 22, foram mortas na rua 3, por volta das 21h. De acordo com a esposa de Luciano, Ilda Miranda, 41, os dois foram assassinados por engano.

Ela afirmou que os alvos eram dois supostos traficantes identificados apenas como "Kiel" e "Jardel", que possuem uma boca de fumo na frente da residência das vítimas.

Ainda segundo Ilda, três homens, um deles identificado como "Leozinho", invadiram a casa das vítimas e mataram a queima roupa com dois tiros na nuca Adilson que jogava video-game no momento do ocorrido. Já Luciano estava chegando da taberna com o filho de dois anos e teria visto o amigo ser morto. Em seguida, o trio atirou contra Luciano que ainda tentou correr, mas foi atingido por 8 disparos nas costas.

"Meu marido foi comprar leite e tapioca e, quando retornou pra casa, ainda viu o rapaz atirando no meu genro. Quando ele tentou correr, os rapazes o perseguiram e o mataram ainda na rua de casa", explicou.

A companheira de Luciano acredita que eles foram mortos por engano. "Todo mundo está comentando que eles estavam atrás do Kiel e Jardel que tem uma boca de fumo bem na frente da minha casa", disse. O caso está sendo investigado pela 31° Distrito Integrado de Polícia (DIP), em Iranduba.

Publicidade
Publicidade