Publicidade
Cotidiano
NOVOS DESAFIOS

Fora da zona de conforto: saiba como mudar de carreira profissional com segurança

Profissionais que optaram pela mudança nas áreas de atuação afirmam que a dedicação e o planejamento devem ser redobrados, além da busca por novos conhecimentos 07/01/2018 às 10:40 - Atualizado em 07/01/2018 às 18:34
Show carreiraaaa
Qualquer que seja a razão da insatisfação profissional é necessário avaliar bem o que fazer para atingir a mudança desejada (Foto: Divulgação)
Rebeca Mota Manaus (AM)

Vários motivos podem fazer os trabalhadores refletirem diariamente sobre suas profissões. Entre eles pode ser insatisfação com a carreira, busca por novos desafios, promoção, sair da zona de conforto ou um salário maior. Para quem quer fazer isso em 2018, o A CRÍTICA traz orientações e experiência de quem viveu a mudança. 

Qualquer que seja a razão da insatisfação profissional é necessário avaliar bem o que fazer para atingir a mudança desejada. “Não vivemos mais uma época em que o trabalho tem que ser algo penoso. Diferentemente da geração X, cujo perfil de profissionais que consideravam mais importante a estabilidade financeira para a geração Millennial, de jovens entre 20 e 30 anos, satisfação profissional e novas experiências é o que importa”, contextualiza Renata Motone, Coordenadora de  Recursos Humanos da Luandre.

A especialista em gestão de pessoas e carreiras, Tarsia Gonzalez, explica quais os passos fundamentais para quem quer mudar os rumos da própria carreira e cita que investir no autoconhecimento é um deles. “O autoconhecimento é algo que não tem fórmula e é um caminho sem fim. É necessário rever o caminho profissional e ter certeza do que se quer: é preciso jogar fora a indecisão e desenvolver a ousadia, com integridade”.

Seja realista

Uma virada na carreira não é algo simples, exige planejamento e condições favoráveis. Seja prudente e avalie o impacto da mudança em sua situação financeira e pessoal. “Mesmo que não tenha como investir numa mudança radical, não desista de seus objetivos, estabeleça metas, prazos e poupe o quanto puder”, aconselha a coordenadora da Luandre.

Profissionais que mudaram de carreira

​Karla Henderson (Gerente de marketing do Shopping Ponta Negra é formada em arquitetura)

Por que a mudança da profissão?

Mais do que uma troca de profissão, busquei aperfeiçoar minha qualidade profissional como arquiteta buscando aprimoramento na arquitetura de varejo, um mercado potencial que identifique em Manaus. Iniciei minha carreira em Shopping center há 13 anos e percebi que arquitetura e marketing caminhavam juntos. 

Quais foram as maiores dificuldades do processo?

Como em toda profissão a oportunidade de aplicar esse conhecimento, uma vez que o mercado já estava habituado a me ver atuando em um nicho de mercado específico. Nesse mercado não existe sorte, não há milagre, existe sim trabalho sério, comprometimento e dedicação. Temos que ousar e ser profissionais.

Fernando Souza (Administrador e advogado por formação que virou chefe de cozinha)

Quando percebeu que queria mudar de carreira?

Quando tive um problema de saúde devido ao estresse, tive uma paralisia facial que me fez pensar sobre minha vida e o equilíbrio entre trabalho, família, saúde, dinheiro e realização pessoal.

E em qual momento o senhor sentiu que tava no caminho certo da mudança?

Sempre tive dúvidas em transformar o que era hobby em profissão, tinha medo de perder a paixão por cozinhar se virasse profissional da área, mas a paixão se transformou em amor, isso foi o sinal de que estava no caminho certo e também o retorno dos meus alunos das aulas e as indicações de clientes das consultorias. Minhas outras formações e hobbies contribuem na realização dos meus trabalhos na Alquimia.

Elaine Saldanha (Dona do Literatus é formada em contabilidade)

Conte um pouco da sua mudança. 

Eu me formei em contabilidade, mas nunca exerci a profissão. Entrei em sociedade com a minha irmã para formar a rede de ensino e desde de 1991 atuo no ramo da educação. Atualmente estou sozinha no comando. 

Qual é o segredo para uma boa transição de carreira? 

O que diferencia um bom profissional é ter uma visão sistêmica, principalmente para quem vai atuar com o empreendedorismo. Quando você opta por uma nova carreira é necessário buscar novos conhecimentos na área desejada e foi isso que eu fiz, busquei várias especializações em educação. Depois, ame aquilo que você faz e dê foco naquilo que pretende fazer , para ter um encaminhamento de sucesso..

Publicidade
Publicidade