Publicidade
Cotidiano
Notícias

Dos 61 municípios que receberam mamógrafos no AM 29 ainda não instalaram aparelho

Foram entregues mamógrafos para 61 municípios do Estado, dos quais 32 estão instalados, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Susam) 10/10/2014 às 01:59
Show 1
A mamografia permite a detecção precoce do câncer, ao mostrar lesões em fase inicial
Acyane do Valle Manaus (AM)

No mês dedicado à prevenção do câncer de mama, o Outubro Rosa, 29 municípios amazonenses não estão conseguindo realizar um dos principais exames para a detecção precoce da doença, a mamografia, apesar de estarem com os equipamentos nas sedes municipais. 

Em Carauari (a 789 quilômetros de Manaus),  por exemplo, a moradora Terezinha Brito Martins, 41, disse que quer fazer o exame, mas que o aparelho,  no município “há mais de cinco meses”, não estaria funcionando. “A prefeitura não instalou ainda; eu tenho 41 anos e até agora não fiz o exame”, declarou, enfatizando que três dos parentes dela  faleceram o recentemente vítimas de câncer, além da própria mãe há mais tempo.

O secretário municipal de Saúde de Carauari, José Vieira, enfatizou que a preparação do espaço onde vai funcionar o mamógrafo no hospital do município não foi concluído. “A sala, devido ao tipo de exame, precisa ter chumbo, e os materiais necessários para a preparação desse espaço demoram para chegar ao município; vêm de Manaus, de balsa, e tudo isso leva tempo em função da logística da região”, explicou.

“Agora, estamos aguardando o técnico para finalizar a instalação do equipamento”, acrescentou Vieira. A meta é realizar, inicialmente, dez exames por dia depois que o mamógrafo estiver funcionando, cuja previsão é meados de novembro.

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) esclareceu que o mamógrafo foi entregue ao município há dois meses, e não há mais de cinco meses como informado. De acordo com a Susam, o hospital de Carauari está passando por reformas, que incluiu a preparação da sala especial (baritada), necessária à instalação do mamógrafo. 

O município de Alvarães (a 530 quilômetros de Manaus) também encontra-se na mesma situação. O equipamento chegou ao município, mas a sala baritada ainda está sendo preparada, conforme a secretária municipal de Saúde, Aline Labor Litaiff. Apesar de no município a maior incidência de câncer, entre as mulheres, ser no colo de útero, a prefeitura está aproveitando a proposta do Outubro Rosa para também conscientizar e incentivar o autoexame das mamas e a fazer o preventivo, com a finalidade de detectar precocemente o câncer. “Aproveitamos a campanha do Outubro Rosa para realizar o preventivo (exame Papanicolau) entre as mulheres, devido ser maior a incidência de câncer de colo de útero, e fazemos também o autoexame da mama”, informou a secretária.

O exame

A mamografia (radiografia da mama) permite a detecção precoce do câncer, ao mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas, medindo milímetros. Deve ser realizada a cada dois anos por mulheres entre 50 e 69 anos, ou segundo recomendação médica. A Lei 11.664/2008 estabeleceu que todas as mulheres têm direito à mamografia a partir dos 40 anos.

Equipamento

Foram  entregues  mamógrafos para 61 municípios do Estado, dos quais 32 estão instalados, de acordo com a Susam. “A decisão de dotar todos os municípios do interior com o equipamento é um marco e terá reflexos importantíssimos na história da saúde pública do Estado, no que se refere à prevenção ao câncer de mama, uma vez que a oferta do serviço estava concentrada na capital”, informou a Secretaria, em nota.  Os laudos dos exames realizados serão emitidos pela Central de Laudos do Hospital Francisca Mendes, em Manaus. Paralelamente à instalação dos mamógrafos, está ocorrendo a implantação do sistema de digitalização de imagens - que irá interligar os hospitais com a Central de Laudos em Manaus. 

Publicidade
Publicidade