Terça-feira, 03 de Agosto de 2021
Descarte correto

'Drive Thru Descarte Correto' terá sua primeira edição no próximo sábado (19) no AM

Movimento em parceria com empresa social visa conscientizar sobre o despejo de lixo eletrônico



1-saiba-o-destino-do-lixo-industrial-e-do-lixo-domestico_1647762A-B4A6-4C62-94AB-A638589876F4.jpg Foto: Reprodução / Internet
17/06/2021 às 10:11

No próximo sábado (19), acontece em Iranduba (distante 36,5 quilômetros de Manaus) a primeira edição da campanha Drive Thru Descarte Correto. A iniciativa parte da junção do Drive Thru Ambiental, que já encarou sete edições, com a empresa de impacto socioambiental Descarte Correto. A diferença desta edição para as demais, além da parceria com a empresa, está no tipo de resíduo recolhido. Aliando o trabalho já realizado pela Descarte Correto, a busca agora se dará por resíduos eletrônicos e acontecerá de forma itinerante. 

"O Drive Thru Ambiental acontece todo sábado do mês em alguns pontos da cidade de Manaus. Já o Drive Thru Descarte Correto, que acontece agora dia 19, vai se dar todo mês, no início, em dois diferentes municípios metropolitanos. Mas a ideia é ampliar o máximo possível. Um ponto importante desse Drive Thru itinerante é a gente plantar a semente nas pessoas em geral de que vão existir pontos de entrega de resíduos eletrônicos", explica Thiago Andrade, Fundador  e Coordenador do Drive Thru Ambiental. 

Conceito que se transforma em movimento

O fundador ainda explica que o Drive Thru Ambiental nasceu como um conceito e se tornou um movimento. O projeto mostra o poder que o descartado de maneira incorreta têm. Seja de ordem financeira ou até de melhora de qualidade de vida, por exemplo para famílias que necessitam dessas matérias-primas para sobreviver. 
"Quando falamos de resíduos ou recicláveis, geralmente as pessoas pensam em papel, plástico, vidro e roupas. Mas há muito mais coisa do que isso. Tudo faz sentido na vida de alguém. Então, o Drive Thru é um movimento de sensibilização da sociedade para se desfazer e descartar coisas que não nos pertencem mais", esclarece Andrade.

O objetivo principal do movimento, no entanto, não é apenas ambiental. A preocupação com a área social é fundamental no projeto, o qual  visa movimentar a economia dos catadores de recicláveis, melhorando sua qualidade de vida. "No mesmo dia, na mesma ação, do Drive Thru, há uma associação ou pessoa que quer desenvolver e mostrar o trabalho, e nós damos todo o espaço para ela. O nosso foco é o ambiental. Mas todo o processo é social, pensando nas pessoas", conclui o Fundador.

Parceria com a Descarte Correto 

Aliada institucional do Somos Todos Amazonas (STA), a empresa social Descarte Correto ensina o caminho para o despejo do lixo eletrônico. Resíduos deste tipo passam das 50 milhões de toneladas anuais no mundo, número que preocupa especialistas. Sendo assim, a empresa visa transformar o lixo eletrônico em benefícios econômicos e socioambientais. Estes benefícios econômicos passam pela transformação da economia linear, a qual já estamos habituados, para uma economia circular. 

Com isso, o trabalho da Descarte Correto começa no momento de pós-consumo de um produto. A ideia é mostrar que determinado produto não precisa ter um fim após seu uso. Através da geração de informação para o consumidor, este passa a entender que o produto consumido não pode ser descartado no aterro sanitário, no lixo doméstico, ou no rio, por exemplo. Isso se dá principalmente porque o produto eletrônico possui metais pesados, metais nobres e matéria-prima. Então, além de contaminar o meio ambiente, é um desperdício para a economia, já que essa matéria-prima pode gerar novos produtos.

Thiago Andrade explica que a relação com Alessandro Dinelli, fundador da Descarte Correto, é antiga. Mas a união acontece por objetivos comuns. "Essa parceria se deu pela verdade. A gente notou que consegue se abraçar, se apoiar e fazer o bem. Temos uma sinergia. Pensamos muito na possibilidade do que podemos trazer para o social, a partir do que a sociedade está descartando de maneira incorreta. Foi esse link que nos uniu", ressalta.

Força do coletivo

A ideia de parceria é inclusive um dos pilares para o projeto. Apesar de a ação do descarte do resíduo ser algo bastante individual, a força coletiva alavanca a conscientização em massa. Por isso, há uma valorização tão grande em garantir parceiros institucionais, como o Somos Todos Amazonas, que ajuda na divulgação do movimento. 

Além do STA, o projeto conta com mais de 15 apoiadores, que extrapolam as fronteiras amazonenses. Por essa mobilização tão grande, os números alcançados são bastante expressivos. Em sete edições, foi possível dar o encaminhamento correto de mais de 16 toneladas e 447 kg de resíduos. Neste montante está incluído o rejeito, que será encaminhado corretamente, as matérias-primas que serão ressignificadas, o eletrônico e o reciclável. 

"Acredito que o futuro está na logística reversa. A gente mostrar para as pessoas e para a sociedade privada que a gente não precisa derrubar arte, poluir água e matar animal, para produzir algum material ou produto que a matéria-prima já está em abundância aqui.O ganho social e o resultado ambiental é o que me move", finaliza Andrade. 



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.