Publicidade
Cotidiano
Notícias

Drone é a nova ferramenta do seguimento agropecuário

No Brasil agricultores e pecuaristas tem utilizado desta tecnologia para monitorar e coletar dados relevantes sobre plantações e criações de gados 24/10/2015 às 15:33
Show 1
Mais de 40 países fabricam ARPs em escala comercial, dentre os quais EUA, Alemanha e Israel
acritica.com ---

Desenvolvidas inicialmente para fins militares, as Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARPs), popularmente conhecidas por drones, têm crescido em todo o mundo. No Brasil agricultores e pecuaristas tem utilizado desta tecnologia para monitorar e coletar dados relevantes sobre plantações e criações de gados.

O principal motivo para o uso de drones na agricultura é a coleta de informações da lavoura, realizadas por meio dos sensores embarcados nas aeronaves. Tais informações permitem que o agricultor acompanhe o crescimento médio das plantas, verifique os espaços mal aproveitados, as áreas com falta ou excesso de água, os pontos de retenção de calor, além de realizar o controle de temperatura, umidade e velocidade do vento.

Além disso, os drones podem ser utilizados para identificação e controle de pragas e, em alguns casos, até mesmo para a dispersão de suplementos agrícolas. Na pecuária é eles são utilizados para realizar o monitoramento à distância do rebanho, controle de manada e contagem de cabeças de gado em uma determinada área.

No Brasil a utilização desta tecnologia está apenas no começo, como destaca Guilherme Reis, gerente de Projetos da empresa Eagle Soluções Integradas. “O uso das ARPs no Brasil está só começando. Ainda existe muito terreno para cobrir e tecnologias para serem inseridas nos processos”. Guilherme também ressalta a necessidade dos empresários do agronegócio buscarem sempre empresas qualificadas e capacitadas para a execução dos projetos. Ele lembra que “um trabalho amador pode gerar péssimos resultados e até problemas diversos referentes à segurança e retorno do investimento”.

Consulta é importante

Guilherme Reis, gerente de Projetos da empresa Eagle Soluções Integradas, diz que é importante uma consultoria prévia antes da aquisição de uma ARP, com o objetivo de fazer o levantamento dos requisitos do projeto e definir quais produtos finais serão gerados e, aí partir daí, definir quais equipamentos comprar ou alugar para se obter o resultado esperado. Se o empresário não tiver uma equipe qualificada para realizar o projeto, é possível que seu resultado final seja um aumento do desperdício de capital e não retorno de um bom investimento e economia futura.

Atualmente são mais de 40 países que fabricam ARPs em escala comercial, dentre os quais Estados Unidos, Alemanha, Israel e China figuram como maiores fabricantes. As ARPs podem ser utilizadas em quase todos os segmentos de negócios, inclusive no agronegócio, setor que, em 2014, representou uma fatia de 21,3% do PIB nacional.

A Eagle Soluções Integradas nasceu após três anos de muita pesquisa e importação de novas tecnologias, trabalhando com foco no desenvol-vimento de soluções customizadas e específicas para cada segmento. A empresa desenvolve soluções em softwares para Drones e ARPs (Aeronaves Remotamente Pilotadas).Com atuação em todo o território nacional, a Eagle possui escritórios em Belo Horizonte.


Publicidade
Publicidade