Publicidade
Cotidiano
Notícias

Duster Oroch é a nova aposta da montadora Renault

Expectativa Com o lançamento, a montadora espera alcançar 8% do mercado. O objetivo da montadora é alcançar um mercado (o de picapes) que só em 2014, cresceu 60% contra o incremento de 6,5% de outras categorias 03/10/2015 às 12:24
Show 1
O modelo chega ao mercado ainda este ano
Juliana Geraldo Manaus (AM)

Os Orochs são uma tribo que habita a região da Sibéria, na Rússia e que, mesmo com poucos integrantes (em torno de 500) é conhecida por ser formada por homens robustos e resistentes às intempéries. Para passar a mesma ideia de robustez, a Renault utilizou o nome da tribo para batizar a sua primeira picape – a Duster Oroch, apresentada na última segunda-feira, 28, à imprensa brasileira, na cidade do Rio de Janeiro.

O objetivo da montadora é alcançar um mercado (o de picapes) que só em 2014, cresceu 60% contra o incremento de 6,5% de outras categorias.

“Mas para entrar nessa “briga” queríamos que fosse de uma forma inovadora. Já existe um segmento muito claro que é o das picapes compactas e outro formado pelas picapes grandes, acima de 1 tonelada . A Renault percebeu que havia uma brecha entre os dois – em termo de produto e preço”, contou o diretor de comunicação da Renault no Brasil, Caique Ferreira.

Segundo ele a opção da Renault foi pegar o Duster, modelo que compete na categoria SUV e desenvolver, a partir dele, uma picape. “Mas não foi só cortar o Duster. Foi preciso fazer ajustes, como reforçar a suspensão traseira, criar um entre-eixos maior, suspensão traseira reforçada e desenvolver a carroceria estendida. O resultado foi uma picape versátil, mas com espaço interno confortável ”, detalhou.

Oroch

Com quatro portas e cinco lugares, a Oroch vem com 150 mm a mais no entre-eixos e 360 mm a mais no comprimento em relação a o SUV Duster,números que garantem espaço na cabine dupla, tanto nos bancos dianteiros quanto no traseiro.

A caçamba comporta 683 litros. São 1.175 mm de largura e 1.350 mm de profundidade. Para ajudar no transporte de carga existem oito anéis de fixação (cada um suporta 50 kg), que podem ser rebatidos quando não estão em uso. A proteção de plástico já vem de série e a tampa da caçamba suporta até 80 kg.

Outro diferencial no segmento é o local de instalação do pneu sobressalente (estepe), que fica embaixo da parte traseira do veículo, deixando a caçamba livre para o transporte de carga.

*A repórter viajou para o Rio de Janeiro a convite da Renault

Publicidade
Publicidade