Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ebola já matou 2.917 pessoas em 6.263 casos, diz OMS

Propagação do vírus pela África vem sendo monitorado atentamente pela organização, mas mortes não param de aumentar. Países mais atingidos são a Libéria, Guiné-Conacri e Serra Leoa 25/09/2014 às 12:26
Show 1
Segundo o levantamento, uma nova epidemia começa a se formar no noroeste do Congo, distinta da que vem atingindo outros países há alguns meses
Agência Lusa ---

A febre hemorrágica ebola já deixou 2.917 mortos na África Ocidental, em 6.263 casos, segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado hoje (25). Os dados referem-se a domingo (21).

Os três países mais afetados pela epidemia – a mais grave desde que o vírus foi identificado, em 1976, e que ressurgiu no final de dezembro do ano passado – são a Libéria, a Guiné-Conacri e Serra Leoa.

Uma outra epidemia de ebola, distinta da que atinge a África Ocidental, já matou 41 pessoas em 68 casos no Noroeste da República Democrática do Congo, desde que apareceu em 11 de agosto e até 18 de setembro, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela OMS.

De acordo com a agência das Nações Unidas, só é possível dizer que não há mais transmissão do vírus em um país “42 dias após o último caso registrado”.

A infecção ocorre por contato direto com fluidos corporais, sangue, ou secreções. O período de incubação dura de dois a 21 dias. Nesta fase, a doença não é contagiosa. Apenas a partir do momento em que os sintomas se manifestam é que pode ser transmitida.

A doença atinge uma taxa de mortalidade de cerca de 70%, segundo estudo divulgado pela OMS.

Publicidade
Publicidade