Publicidade
Cotidiano
Notícias

Economia: Exportações crescem no mês de maio no Amazonas

Pela primeira vez em 2015, o resultado das vendas do Estado para o exterior é positivo. No mês, o crescimento foi de 1,34% 06/06/2015 às 10:05
Show 1
O avanço nas vendas de concentrado de bebidas garantiu o aumento das exportações
Juliana Geraldo Manaus (AM)

Após quatro meses consecutivos de índices negativos, as exportações amazonenses comemoraram o primeiro crescimento do ano. Em maio, a venda de produtos e insumos para o exterior rendeu ao Amazonas, US$ 74,06 milhões. O volume é 1,34% superior em relação a maio do ano passado, quando as exportações somaram US$ 73,08 milhões.

Os números são da balança comercial e fazem parte do banco de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic).

De acordo com o levantamento, a recuperação das exportações do Estado o correu graças ao retorno do crescimento das vendas de concentrados para a elaboração de bebidas. O produto, que vinha de uma ‘maré ruim’ dentro do âmbito do comércio exterior, rendeu, em maio, US$ 30,54 milhões ao Amazonas, 85,09% a mais em relação ao mesmo período do ano passado.

Com o avanço, a Venezuela, principal cliente do Estado na compra do item, aumentou os seus pedidos e movimentou US$ 23,68 milhões no mês, uma diferença de 105, 02% frente a maio de 2014.

A Colômbia, que também importa o produto em quantidade, possibilitou o fechamento de pedidos que geraram US$ 7,86 milhões em maio, 51,74% a mais sobre igual mês do ano anterior.

Outros produtos

Além dos concentrados, as lâminas de barbear colaboraram com o crescimento das exportações. Tendo como clientes principais México e Argentina, as vendas do mês anterior totalizaram US$ 6,24 milhões, um incremento de 120,49% frente aos US$ 2,83 milhões comercializados em maio de 2014.

O resultado para o Estado só não foi melhor porque as vendas de motocicletas de baixa cilindrada seguiram em queda. Em maio, foram exportadas quase duas mil motos a menos, o que gerou uma retração de 38,15%, com volume de vendas de US$ 7,10 milhões. A Argentina, principal cliente de motos do Polo Industrial, reduziu suas importações em 32,31%.

Acumulado

Entretanto, o bom desempenho das exportações amazonenses em maio não garantiu uma recuperação efetiva no resultado acumulado do ano. Nos primeiros cinco meses de 2015, as vendas ‘made in Amazonas’ somaram US$ 307, 82 milhões. O montante é 23,69% menor frente a igual intervalo de 2014.

Saiba mais

Importações

Ao contrário das exportações, as importações recuaram no Amazonas. Em maio, com US$ 808,27 milhões em compra de insumos, a queda foi de 21,37% em relação a maio de 2014. O Amazonas foi cliente principalmente da China, cujas aquisições somaram US$ 104,15 milhões.

Publicidade
Publicidade