Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
Notícias

Eduardo Braga e José Melo levam disputa para o 2° turno com diferença de 1,7 mil votos

Segundo turno das eleições para o Governo do Estado traz dois ex-aliados numa rivalidade acirrada, após campanha marcada por polêmicas



1.gif Eduardo Braga e José Melo disputarão o Governo do Amazonas no segundo turno
05/10/2014 às 23:56

Mesmo com a entrada de novos atores no cenário, a disputa para o governo do Amazonas se centra nos nomes conhecidos e não surpreende: matematicamente, Eduardo Braga (PMDB) e José Melo (Pros) levam adiante a rivalidade acirrada no primeiro turno, após campanha marcada por polêmicas entre os ex-aliados, confirmando o que já havia sido divulgado em pesquisas prévias.

Com 99,97% dos votos válidos apurados até a meia-noite deste domingo (5), o atual Governador e o atual Senador disputam frente a frente o comando do Amazonas pelos próximos quatro anos, num segundo turno das eleições 2014. Foram totalizados 2.225.630 votos.

Marcelo Ramos (PSB) foi o grande responsável por empurrar a votação para o segundo turno, já que galgou quase 11% dos votos válidos do eleitorado amazonense, com seu discurso de renovação política. Ramos perde sua cadeira na Assembleia Legislativa do Estado, mas ganha musculatura política para uma próxima disputa.

Apuração

Desde o início até os 98% de contagem dos votos, José Melo (Pros) figurou em primeiro lugar para o cargo de Governador do Amazonas. Porém, nos últimos instantes, Braga recuperou e passou por uma ligeira vantagem. Melo, que busca a reeleição, somou 43,04% dos votos válidos, com 707.091 votos, e ficou em segundo lugar por cerca de 1,7 mil votos.

Foi uma disputa acirrada do começo ao fim e Eduardo Braga (PMDB) acabou o primeiro turno na frente, com 44,15% dos votos válidos (708.868 votos). Marcelo Ramos (PSB) ficou em terceiro, com 10,94% (179.757 votos), e Chico Preto em quarto lugar, com 1,80% (29.499 votos).

O número total de abstenções no pleito deste ano foi de 433.537, o que corresponde a 19,48% do eleitorado amazonense. Votos em branco e nulos somaram mais de 8,3%.

Expectativa

Na manhã deste domingo (5), durante sua votação, Braga afirmou que torcia por uma vitória ainda no primeiro turno: “Eu acredito que o povo vai expressar a sua vontade nas urnas e tomara Deus que a gente possa terminar a eleição no dia de hoje”, declarou ao chegar na seção de votação. Ele, porém, disse que encara com “humildade” o resultado das pesquisas.

Já Melo aguardava o resultado com boas expectativas, ainda pela manhã. "Consegui fazer uma campanha de propostas, resisti a todas as tentações que uma campanha impõe e consegui fazer isso até o fim", disse.


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.